Publicada em 14/09/2017, às 00:06

Libertadores: Botafogo e Grêmio empatam no primeiro jogo

Pelas quartas de final, o Glorioso não conseguiu fazer o gol que gostaria na partida no Nilton Santos. Na próxima quarta, a equipe poderá empatar desde que balance a rede

A partida desta quarta-feira teve algumas divididas duras (Foto: Reginaldo Pimenta / Raw Image)

A festa foi a que vem se repetindo nesta Copa Libertadores. A torcida não lotou, mas compareceu em bom número e apoiou desde antes de a bola rolar. Mas o Botafogo não saiu do 0 a 0 com o Grêmio, na noite desta quarta-feira, no Estádio Nilton Santos. Apesar de não ter feito valer o mando de campo como gostaria, o resultado permite que, na próxima quarta, em Porto Alegre (RS), um empate com gols classifique o time carioca.

Quem assustou pela primeira vez foi o time visitante. Fernandinho, aos oito minutos, arrancou pelo lado esquerdo e, mesmo marcado, conseguiu chutar. Bola no lado externo da rede.
O Botafogo tomava a iniciativa da partida, mas a primeira chance, um cabeceio efetuado por Matheus Fernandes sem a direção correta, foi só aos 20.
Quatro minutos depois, Arthur faria grande jogada individual e cairia na área. Lance duvidoso, mas o pênalti não foi marcado, para desespero de Renato Gaúcho. Bruno Silva teve nova oportunidade para o Glorioso, aos 30, após cruzamento de Gilson. A finalização, porém, foi sem a direção correta.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store

A arbitragem voltou ao centro de uma polêmica no início do segundo tempo, quando foi a vez do Botafogo reclamar. Gilson caiu depois de dividir com Edilson. O árbitro voltou a nada apitar.

Chance real mesmo teve Roger, aos 18 minutos. Novo cruzamento, o centroavante dominou e chutou. A marcação chegou antes e salvou. Era o Grêmio esperando e o Botafogo tentando tomar a iniciativa. Mas foi o Tricolor Gaúcho quem ameaçou de maneira contundente. Léo Moura cruzou aos 33, Fernandinho pegou de voleio e Carli precisou salvar de cabeça, em cima da linha. Grande intervenção.

Roger, referência no ataque botafoguense, voltou a ter oportunidade aos 39. Guilherme lhe passou, ele dominou e chutou de esquerda. A bola passou perto, mas para fora do gol de Marcelo Grohe.

As substituições surtiram pouco efeito prático, apesar de terem dado mais volume ao Glorioso e algumas opções para o Tricolor Gaúcho.

Ao final, a torcida visitante foi quem vibrou mais com o resultado. Tanto que, mesmo em menor número, fez um barulho considerável diante dos botafoguenses presentes.

Não tem jeito. Pouco se adiantou. Tudo se resolve em Porto Alegre.

FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO 0 X 0 GRÊMIO


Data/Hora: 13/9/17 - 21h45
Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: José Argote (VEN)
Auxiliares: Luiz Murillo (VEN) e Carlos López (VEN)
Cartões amarelos: Matheus Fernandes e Rodrigo Pimpão
Público e renda: 33.235 pagantes / R$2.029.375,00

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Arnaldo, Carli, Igor Rabello e Gilson; Matheus Fernandes, Bruno Silva, João Paulo (Rodrigo Lindoso, 22'/2ºT) e Valencia (Marcos Vinícius, 25'/2ºT); Rodrigo Pimpão (Guilherme, 30'/2ºT) e Roger - Técnico: Jair Ventura.

GRÊMIO: Marcelo Grohe, Edilson, Bressan, Kannemann e Cortez; Jailson e Arthur; Ramiro, Léo Moura (Rafael Thyere, 43'/2ºT) e Fernandinho; Barrios (Everton, 16'/2ºT) - Técnico: Renato Gaúcho.

Fonte: Lance!
Clique para ver a matéria no site fonte

Leia Mais
- Mina faz trabalhos com bola no campo, mas ainda demora a voltar
- Em São Paulo, Santos lança terceiro uniforme 'camuflado'
- Planejamento de 2018 iniciado e 'notícias para ficar feliz': Modesto faz promessas à torcida do Santos
- Cruzeiro goleia Sub-17 em jogo-treino e define escalação para enfrentar o Atlético-GO

Últimas