Publicada em 11/09/2017, às 13:58

Com Copa do Brasil como prioridade, Mano planeja poupar contra o Bahia

Assim como fez diante da Chapecoense, treinador do Cruzeiro não deve mandar força máxima a campo na próxima partida pelo Brasileirão, dia 17, às 19h, no Mineirão

(Foto: Rafael Ribeiro/Light Press)

Dia 27 de setembro, finalíssima da Copa do Brasil. Todas as atenções do Cruzeiro estão voltadas para esta data, certo? Errado. Por mais importante que seja a conquista do título, o técnico Mano Menezes não deixa de ficar atento ao Campeonato Brasileiro. Até a decisão com o Flamengo, serão mais dois jogos (Bahia e Atlético-GO), com foco na permanência no G-6 - o time mineiro é, hoje, o sexto colocado. Por isso, a decisão do treinador é avaliar, partida a partida, que formação deve ir a campo. É o que, no mundo do futebol, chamam de "rodar" jogadores.

Contra a Chapecoense, por exemplo, Thiago Neves, Sassá, Alisson e Sobis ficaram no banco. Destes, os três primeiros acabaram entrando em campo. No entendimento de Mano Menezes, é fundamental aproveitar determinados momentos da temporada para dar oportunidade a outros atletas. Caso do jovem Raniel, que tem sido uma grata surpresa - na vitória de domingo por 2 a 1, em Chapecó, ele deu assistência para Rafinha abrir o placar e marcou um gol.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store

- Estabelecemos uma programação do dia 27 para trás. O jogo mais importante é o da Copa do Brasil, ele é prioridade. Vamos sempre considerar de lá pra cá. Por isso rodamos alguns jogadores. Com o resultado (vitória em cima da Chape), podemos no jogo seguinte fazer, contra o Bahia, o que fizemos aqui. É importante dar jogo para Raniel pois, com a ausência de Sobis (suspenso, não joga a decisão da Copa do Brasil), vai entrar, desde o início ou durante o jogo. Importante dar confiança para ele marcar gols. Vai criando sentimento importante para o jogador marcar em jogo importante.

Folga necessária

A delegação do Cruzeiro retornou ainda na noite de domingo para Belo Horizonte. Os jogadores ganham a segunda e a terça-feira de folga e voltam aos trabalhos na quarta-feira, quando treinam pela manhã e à tarde. Serão duas semanas sem jogos na quarta ou quinta.

- Vamos descansar dois dias. É necessário. Na quarta voltamos e projetamos jogo com o Bahia. (duas) Semanas importantes para recuperar mentalmente. Semana cheia (de treino) sempre é bom - destacou Mano Menezes.

Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte

Leia Mais
- Com Romero de volta, Mano leva 20 jogadores para enfrentar o Atlético-GO
- Cruzeiro goleia Sub-17 em jogo-treino e define escalação para enfrentar o Atlético-GO
- No cinema: torcida do Cruzeiro poderá assistir à final contra o Fla na telona
- Com Alisson em campo e Elber na preparação, Cruzeiro se prepara para enfrentar o Atlético-GO
- Leia mais notícias sobre Cruzeiro em www.futnet.com.br/cruzeiro

Mais sobre - Cruzeiro