Publicada em 13/04/2017, às 16:43

Romero cobra capricho do Timão: 'Não tem que perdoar no mata-mata'

Atacante paraguaio destaca importância de empate contra o Internacional, projeta clássico contra o São Paulo, no domingo, e pede mais precisão do Corinthians nas finalizações

Romero fez o gol do Corinthians no empate em 1 a 1 com o Inter (Foto: Daniel Augusto Jr)

Não é só a Fiel torcida que se incomoda com os gols perdidos pelo Corinthians. Os jogadores da equipe também sabem que as chances desperdiçadas podem custar caro neste momento decisivo da temporada. Mesmo reconhecendo a importância do empate com o Internacional em 1 a 1, na última quarta-feira, o atacante Romero cobrou mais capricho do Timão para fazer os gols.

Na volta a São Paulo, na manhã desta quinta-feira, o paraguaio lembrou algumas oportunidades perdidas diante do Colorado e deixou um alerta para as próximas partidas, que serão decisivas para a permanência no Paulistão, na Copa do Brasil e na Copa Sul-Americana:

- A gente está criando muito e pecando na finalização. Ontem (quarta-feira) tive uma chance de marcar no comecinho do jogo, teve o Maycon também... Precisamos caprichar mais para fazer os gol. Isso se ganha com trabalho. Desde o começo do ano a gente está crescendo muito. Não tem que perdoar mais, no mata-mata tem que fazer gol dentro e fora de casa para classificar - disse.

Leia Mais
- Clayton completa um mês de Timão e lida com ansiedade e concorrência
- Sinal amarelo: final do Paulista reúne equipes faltosas e com 15 pendurados
- Corinthians se interessa por jovem do Coritiba, mas finanças criam barreira
- Corinthians empresta o 11º, e Furacão confirma Guilherme até o fim de 2018
- Leia mais notícias sobre Corinthians em www.futnet.com.br/corinthians

Romero foi o autor do gol corintiano no Beira-Rio, mas também perdeu uma ótima chance nos primeiros minutos da partida, quando foi bloqueado pelo goleiro Marcelo Lomba.

O camisa 11 apontou cansaço por conta da maratona de partidas e viagens, mas deve seguir como titular no clássico contra o São Paulo, domingo, pela semifinal do Paulistão.

- Ter jogos seguidos, como agora, é complicado. Precisamos de todo mundo para fazer grandes jogos. Estamos fazendo um campeonato bom, teremos uma final domingo, jogar no Morumbi é sempre difícil, precisamos estar ligados e concentrados - analisou.

Fonte: Lance
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Corinthians