Publicada em 13/04/2017, às 17:24

"De quatro a seis semanas": lesão deve tirar Diego da fase de grupos da Liberta

Choque durante partida contra o Atlético-PR causa lesão no ligamento colateral medial e no menisco medial do joelho direito. Dr. Márcio Tannure fala sobre processo de recuperação

Diego sai de maca após pancada no joelho direito: meia pode desfalcar o Flamengo por cerca de um mês (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Zé Ricardo ganhou um problema para os próximos jogos do Flamengo na temporada. Diego, que deixou o gramado do Maracanã de maca no jogo contra o Atlético-PR pela Libertadores, foi avaliado na manhã desta quinta-feira e teve lesão constatada no ligamento colateral medial e no menisco medial do joelho direito. De acordo com o Dr. Márcio Tannure, o meia deve desfalcar o Flamengo por um período de quatro a seis semanas. Assim, fica fora do Campeonato Carioca e corre o risco de perder o restante da fase de grupos da competição continental.

- Diego teve entorse no joelho direito e foi realizado exame de imagem. Realmente confirmou diagnóstico inicial. Menisco medial e ligamento colateral. Vai fazer artroscopia neste sábado de manhã. Leva quatro a seis semanas para ter retorno pleno às atividades - disse Tannure em pronunciamento à imprensa no Ninho do Urubu.

O Flamengo tem mais três compromissos na fase de grupos da Libertadores. Nos dias 26 de abril e 3 de maio, contra Atlético-PR e Universidad Católica, o time não vai contar com Diego. Caso a recuperação aconteça no tempo mais curto e de previsão mais otimista, o jogador tem chance de estar à disposição para o duelo contra o San Lorenzo, na Argentina, no dia 17 de maio.

Leia Mais
- Estado do Rio avisa que não tem prazo para definir o futuro do Maracanã
- Para próximo jogo do Fla na Liberta, 22 mil ingressos já foram vendidos
- No Fla, jogadores pedem foco no Flu e Vaz aposta em classificação na próxima rodada da Libertadores
- Apesar da derrota, Arão exalta chances criadas e pede concentração
- Leia mais notícias sobre Flamengo em www.futnet.com.br/flamengo

Tannure também falou sobre outros jogadores. Confira:

Conca
- Nunca estipulamos datas. Não estamos preocupados com datas. Há todo um esforço da nossa parte, e nos preocupamos com que ele cumpra todas as etapas. Pode ser em junho, julho, mas não temos como precisar essa data. Tem tido evolução satisfatória. Estamos satisfeitos

Everton
- Everton teve lesão grau um no posterior da coxa, sem gravidade, com um pouquinho de edema muscular. Evoluiu bem, e esperamos que na semana que vem já retorne ao trabalho de transição com o grupo

Ederson
- Ederson está reintegrado ao grupo, treina sem problemas. A comissão técnica acredita que ele esteja na parte final do reequilíbrio muscular para que possar atender plenamente as questões do futebol. Depois será com Zé Ricardo. Ficou muito tempo sem jogar com o grupo, mas esse tipo de vício neuromuscular e biomecânico é normal (sobre correr diferente). Ederson já treina com grupo, é questão de tempo. Uma coisa é estar com grupo, outra é tempo de bola. Tem programação para ele nesta semana, mas quem vai determinar é o professor Zé Ricardo.

Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Flamengo