Publicada em 05/04/2017, às 23:52

Timão reafirma estilo e abre a Sul-Americana com vitória sobre La U

Com gols de Rodriguinho e Jadson, Timão vence por 2 a 0 e alcança boa vantagem na fase inicial da Copa Sul-americana. Mesmo com menos posse de bola, jogo reativo dá resultado

Corinthians 2x0 U. De Chile Luis Moura / WPP

Dá pra falar um monte de coisa do Corinthians: momentos de pouca criatividade, nervosismo com a bola no pé, excesso de cartões, sonolência e por vezes até mesmo dificuldades em ações simples. Só não dá pra falar que é um time sem identidade. Nesta quarta-feira, na abertura da Copa Sul-Americana, o Timão não fez exatamente um jogo brilhante, mas venceu a Universidad de Chile por 2 a 0 reafirmando seu estilo de jogo reativo. E até agora bem eficiente.

O primeiro tempo, por exemplo, foi de ampla superioridade do time chileno. Foram sete finalizações para pelo menos três boas defesas de Cássio e um suadouro que a defesa alvinegra suportou bem. Era muita pressão, mas o Corinthians mostrou que 2016 ficou para trás: a defesa está segura e Cássio... voltou a ser o Cássio que o torcedor conhece bem. Uma defesaça em chute rasteiro de Mora aos 13 minutos do primeiro tempo foi a prova disso.

Lembra que eu falei que o Corinthians é reativo? Pois é, deixou La U jogar, jogar, perder chance, perder chance, até que abriu o placar aos 40 minutos de bola rolando. Depois de boa jogada de Jô e Romero, Gabriel bateu firme de fora da área, Herrera desviou e a bola ainda pegou no travessão. A sobra ficou com Arana, que bateu bonito para nova defesa do goleiro adversário. Desta vez, dos pés de Rodriguinho, não escapou. O Timão saiu do sufoco.

Leia Mais
- Corinthians vende 41 mil ingressos para semifinal contra o São Paulo
- Cássio diz que estudou para pênaltis e quer 'mostrar quem manda' na Arena
- Marquinhos Gabriel é defendido por colegas de Corinthians após erro
- Quase recuperado, Danilo se diz ansioso para voltar a jogar e elogia Fiel: 'Um estímulo a mais'
- Leia mais notícias sobre Corinthians em www.futnet.com.br/corinthians

Consciente de que a responsabilidade de correr atrás era do time chileno, o Corinthians viu com paciência a boa chance desperdiçada por Espinoza em cobrança de falta logo no início do segundo tempo. Falou em falta? Opa! Falou em Jadson então. Aos 23 minutos, o camisa 10 do Timão fez uma cobrança sem levar muito perigo, mas Jô desviou de cabeça, Rodriguinho protegeu e a sobra ficou limpinha pro meia fazer seu primeiro gol nesta segunda passagem pelo Corinthians, no cantinho de Herrera. Impecável.

Nos lances seguintes, o time chileno tentou aquele golzinho que podia fazer toda a diferença para o jogo de volta, mas foi o Timão que teve boas chances, com Jô e Clayton. Mora também tentou, mas La U não conseguiu diminuir a contagem. O Corinthians cumpriu a missão de não sofrer gols estabelecida por Fabio Carille e agora vai com cara, coragem e identidade para o jogo de volta, no dia 10 de maio, em Santiago.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 2 X 0 UNIVERSIDAD DE CHILE

Local: Arena Corinthians, São Paulo (SP)
Data-Hora: 5/4/2017 - 21h45
Árbitro: Darío Herrera (ARG)
Auxiliares: Ezequiel Brailovski (ARG) e Ariel Scime (ARG)
Público/renda: 22.661 pagantes/R$ 982.780,90
Cartões amarelos: Jadson, Léo Príncipe e Guilherme Arana (COR)
Cartões vermelhos: -
Gols: Rodriguinho (40'/1ºT) (1-0), Jadson (23'/2ºT) (2-0)

CORINTHIANS: Cássio; Léo Príncipe, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Romero (Camacho, aos 43'/2ºT), Rodriguinho (Clayton, aos 30'/2ºT) e Jadson (Pedrinho, aos 31'/2ºT); Jô. Técnico: Fabio Carille.

UNIVERSIDAD DE CHILE: Johnny Herrera; Matías Rodríguez, Vilches, Gonzalo Jara e Schultz; Reyes, Gonzalo Espinoza (David Pizarro, aos 15'/2ºT) e Lorenzetti; Rozas (Ontivero, no intervalo), Ubilla (Castellanos, aos 30'/2ºT) e Felipe Mora. Técnico: Guilherme Hoyos.

Fonte: Lance!
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Corinthians