Publicada em 05/04/2017, às 09:27

Entenda como Rodriguinho pode mudar o Corinthians contra La U

Meio-campista volta ao time para dividir a criação com Jadson e aumentar o poder ofensivo do Timão na estreia na Copa Sul-Americana

Rodriguinho terá a responsabilidade de dividir a armação de jogadas com Jadson (Foto: Marcos Ribolli)

O Corinthians vai precisar de uma boa atuação de Rodriguinho na partida contra o Universidad de Chile, nesta quarta-feira, às 21h45 (horário de Brasília), em Itaquera, pela Copa Sul-Americana. Recuperado de dores no joelho esquerdo, o principal jogador do Timão na temporada passada pode ser o ponto de equilíbrio que faltou na má atuação no empate sem gols diante do Botafogo, no último sábado, em Ribeirão Preto, pelas quartas do Paulistão.

Como o próprio técnico Fábio Carille atestou, o Corinthians exagerou nos passes errados e teve muita dificuldade para criar lances de ataque em Ribeirão Preto. Jadson ficou sobrecarregado e recuou demais para receber a bola, abrindo um enorme buraco no campo ofensivo. Maycon e Camacho quase não apareceram, enquanto Jô e Romero se isolaram na frente.

Com Rodriguinho em campo, a responsabilidade de organizar o ataque se divide, principalmente pela enorme possibilidade de os chilenos jogarem recuados. Mais que isso, o Timão ganha um jogador com boa transição entre os setores, ótimo passe e uma chegada de qualidade à área adversária.

Leia Mais
- Ponte ajudou a moldar jogador que é fundamental na tática do Corinthians
- Corinthians fará novo mosaico e mira recorde em primeira final na Arena
- Apesar de tensão e críticas, gestão do Corinthians tem as contas aprovadas
- Corintianos esgotam ingressos para final do Paulistão em 45 minutos
- Leia mais notícias sobre Corinthians em www.futnet.com.br/corinthians

– Se melhoramos nos passes, e temos condições de melhorar, vamos ser mais fortes na parte ofensiva. Agora temos a volta do Rodriguinho. Fica uma equipe que cria mais. A expectativa é de que a gente renda muito mais – afirmou Carille na entrevista coletiva de terça-feira.

Apesar de ter sido posicionado pelo lado direito no último treino, Jadson poderá se movimentar com liberdade pelo meio, função semelhante àquela que tinha com Tite em 2015. A ordem é jogar próximo a Rodriguinho para facilitar a troca rápida de passes e, claro, envolver a marcação. Maycon, novamente como segundo volante, também chegará à área.

Mas a preocupação do Corinthians também está no campo de defesa. O Universidad de Chile tem como uma de suas estratégias principais a forte marcação no campo de ataque, com cinco e até seis jogadores. Para combater isso, o Timão aposta nas triangulações entre Maycon, Jadson e Rodriguinho, além dos laterais Léo Príncipe e Guilherme Arana.

Com apenas 18 gols em 16 jogos oficiais, o Corinthians joga pressionado a conquistar uma boa vitória nesta quarta para abrir vantagem na disputa. A partida da volta está marcada para o dia 10 de maio, em Santiago.

Veja as informações do jogo desta quarta-feira:

Próximo adversário: Universidad de Chile
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data e horário: quarta-feira, às 21h45 (de Brasília)
Escalação provável: Cássio, Léo Príncipe, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel; Jadson, Rodriguinho, Maycon e Romero; Jô.
Escalação da Universidad: Jonny Herrera, Rodríguez, Vilches, Gonzalo Jara e Schultz; Reyes, Espinoza e Lorenzetti; Rozas (David Pizarro), Ubilla e Mora.
Desfalques: Fagner, Kazim e Pedro Henrique
Arbitragem: Dario Herrera, com Ezequiel Brailovsky e Ariel Scime, todos da Argentina
Tempo Real: GloboEsporte.com, a partir das 20h45
Transmissão: TV Globo para SP, RS, SC, PR, MG (menos Juiz de Fora), GO, TO, MS, MT, AL, RN, PA (menos Santarém) e DF (com Cleber Machado, Casagrande e Paulo César Oliveira)

Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Corinthians