Publicada em 05/04/2017, às 10:14

Com clássicos no caminho do tri, Vasco precisa quebrar tabu de 2017

Cruz-Maltino ainda não conseguiu vencer nenhum rival este ano em quatro jogos. Time pode buscar motivação no retrospecto contra eles nos últimos dois títulos estaduais

Com Milton Mendes, Vasco tenta primeira vitória em clássicos nesta temporada (Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br)

Na busca pelo tricampeonato carioca, o Vasco só terá clássicos pelo caminho. Por isso, se quiser conquistar a taça no dia 7 de maio, o Cruz-Maltino terá que melhorar seu retrospecto contra os rivais nesta temporada. Até agora, o time não conseguiu vencer nenhuma vez em quatro partidas. Foras duas derrotas e dois empates.

O primeiro clássico do Cruz-Maltino em 2017 foi contra o Fluminense, na estreia do Estadual. O time teve uma atuação ruim e acabou perdendo por 3 a 0. Depois, encarou o Flamengo na semifinal da Taça Guanabara e foi derrotado por 1 a 0. No primeiro jogo após a saída do técnico Cristovão Borges, o Vasco já mostrou mais entrega e empatou em 0 a 0 contra o Botafogo, com o interino Valdir Bigode à frente. Sob o comando de Milton Mendes, a equipe arrancou um empate em 2 a 2 com o Fla.

O lateral-esquerdo Henrique tentou explicar a falta de vitórias vascaínas nos clássicos nesta temporada. No entanto, ele garante que agora a equipe está mais sólida e espera que o primeiro triunfo aconteça já neste sábado, contra o Rubro-Negro, pela semifinal da Taça Rio.

Leia Mais
- Vasco lança campanha para valorizar trabalho na base e criar identificação
- Alto astral! Jean garante Vasco com 'confiança lá em cima' contra o Flu
- Titular, Rafael Marques evolui no Vasco e mira desfecho diferente
- Nada feito para o Flamengo: STF confirma Sport como único campeão Brasileiro de 1987
- Leia mais notícias sobre Vasco da Gama em www.futnet.com.br/vasco

- O primeiro jogo contra o Fluminense a gente perdeu e não jogou bem. Nos outros clássicos a gente ainda estava se ajeitando, em uma fase de transição, com a chegada de jogadores. Agora a gente está bem mais encorpado, entendendo bem mais o trabalho do Milton também. Então, se Deus quiser a gente vai conseguir ganhar o primeiro clássico.

O Cruz-Maltino decide a vaga na final do segundo turno do Carioca contra o Flamengo no sábado, às 18h30, no Maracanã. Pela semifinal do Estadual, o time do técnico Milton Mendes terá pela frente o Fluminense, no próximo dia 24.

Cruz-Maltino pode se espalhar em retrospecto dos últimos títulos

Um outro fator pode ajudar o Vasco a vencer os clássicos e conquistar o Carioca este ano: se espelhar no bom retrospecto contra os rivais nos últimos dois Estaduais, quando terminou campeão. Em 2015, o Cruz-Maltino perdeu apenas um duelo, contra o Flamengo. No ano seguinte, não perdeu nenhum.

No Carioca de 2015, o Vasco bateu o Fluminense por 1 a 0, perdeu para o Rubro-Negro por 2 a 1 e empatou com o Botafogo em 1 a 1. Na semifinal, ficou no 0 a 0 com o Fla no jogo de ida e venceu por 1 a 0 na volta. Nas finais, vitórias por 1 a 0 e 2 a 1 contra o Alvinegro.

No título invicto ano passado, o time conseguiu triunfos por 1 a 0 contra o Fla e Flu, e empatou com o Botafogo em 1 a 1. Depois, derrotou o Rubro-Negro por 2 a 0 na semifinal e foi campeão em cima do Glorioso após vencer por 1 a 0 e ficar no 1 a 1.

Semana cheia pode ser trunfo

O Vasco tem a semana livre para treinar até o duelo contra o Fla, sem jogos no meio dela. Será a primeira vez que o time tem a chamada ‘semana cheia’ sob o comando do técnico Milton Mendes. Assim, o treinador poderá trabalhar mais o seu estilo de jogo e suas ideias com os jogadores.

Henrique conta que com a puxada sequência de partidas, o técnico tem pouco tempo para treinar e vem optando mais por vídeos e conversas para passar suas instruções. Porém, o lateral diz que agora o treinador poderá praticar mais a sua metodologia nos treinos.

- O Milton tem só conversado bastante, passado bastante vídeo, por causa do pouco tempo. Isso porque a gente joga sábado, quinta, domingo, quarta... Então ele está conversando bastante para a gente tentar entender a metodologia dele de trabalho. Só que agora é importante porque ele vai poder colocar mais ainda em prática nos treinamentos e a gente vai ter mais um pouquinho de tempo para fazer o que ele quer – disse Henrique.

Fonte: Lancenet
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Vasco da Gama