Publicada em 04/04/2017, às 11:30

Edimar tem volta incerta, e São Paulo segue dependente do "Super Junior"

Lateral-esquerdo atuou em 17 das 19 partidas na temporada, e deve continuar sem descanso enquanto reforço não se recuperar de lesão: período ainda é uma incógnita

Júnior Tavares tem 17 jogos pelo São Paulo em 2017 (Foto: Igor Amorim/saopaulofc.net)

Aos 20 anos, o lateral-esquerdo Júnior Tavares é o super-homem do elenco do São Paulo de Rogério Ceni. Como não existe outro atleta para a posição, já que o recém contratado Edimar sofreu uma lesão muscular na coxa e ficará pelo menos três semanas no estaleiro, o garoto vai acumulando partidas na temporada. Até agora, das 19 apresentações feitas pelo Tricolor em 2017, ele atuou em 17. E o que mais impressiona é o bom nível de suas atuações.

A lesão de Edimar, contratado justamente para que o lateral-esquerdo pudesse ser preservado em algumas partidas, o coloca novamente na condição de único da posição por tempo indeterminado. Importantíssimo, portanto.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store

O prognóstico de Edimar ainda é impreciso. Ele tem um estiramento no tendão do músculo reto femoral da coxa esquerda. Sua recuperação pode superar um mês, mas também pode ser abreviada. Por se tratar de uma lesão incomum no futebol, os próximos dias serão decisivos.



Dos 19 jogos do Tricolor em 2017 – Torneio da Flórida, Campeonato Paulista e Copa do Brasil –, Junior Tavares atuou em 17, quase sempre como titular e em alto nível. É provável que ele continue na equipe nesta quarta-feira, contra o Defensa y Justicia, na estreia da Sul-Americana.

Cansaço? Não parece. O jovem não se poupa em campo, parte sempre para cima do adversário e isso faz dele uma válvula de escape interessante para uma equipe que privilegia o ataque.

Rogério Ceni está preocupado com a sequência de jogos. A última vez que ele ganhou um descanso foi na partida contra o Ituano, dia 18 de março, quando ele começou no banco de reservas e entrou no intervalo na vaga de Buffarini. Antes disso, ele só não atuou contra Novorizontino (2x2, no dia 25 de fevereiro) e Audax (2x4, no dia 5 de fevereiro).

Enquanto Edimar não se recupera, Buffarini é o único possível substituto, o que abriria outra lacuna na direita. Bruno está machucado. Se o argentino precisar ser deslocado para a esquerda, Ceni teria de improvisar com Araruna ou Wesley.

Veja mais informações sobre o próximo jogo do São Paulo:

Próximo adversário: Defensa y Justicia, da Argentina
Local: estádio La Fortaleza, em Lanús (ARG)
Data e horário: quarta-feira, às 19h45 (de Brasília)
Escalação provável: Renan Ribeiro, Buffarini, Rodrigo Caio, Lucão e Junior Tavares; João Schmidt, Thiago Mendes e Cícero; Wellington Nem, Luiz Araújo e Pratto (Gilberto)
Desfalques: Sidão (lombalgia), Bruno (entorse no tornozelo direito), Edimar, Lucas Fernandes e Cueva (estiramento na coxa esquerda), Maicon, Lugano e Wesley (suspensos)
Arbitragem: Jesus Valenzuela, auxiliado por Luís Sanchez e Tulio Moreno (todos da Venezuela)
Transmissão: Fox Sports
Tempo Real: no GloboEsporte.com, a partir das 18h30

Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte

Leia Mais
- Hernanes de olho: Gomez tenta provar que merece ficar no time
- Em treino cheio de incentivo, Dorival cobra mais velocidade no São Paulo
- Hernanes chega ao Brasil com festa da torcida tricolor: 'O Profeta voltou'
- Boca supera italianos e São Paulo venderá Centurión aos argentinos
- Leia mais notícias sobre São Paulo em www.futnet.com.br/saopaulo

Mais sobre - São Paulo