Publicada em 04/04/2017, às 16:19

Apesar de venda, Vasco terá percentual de direitos de Luan

Antes de negociar jogador com o Palmeiras, clube tem 55% dos direitos econômicos do atleta. Alviverde pagará R$ 10 milhões para contar com o zagueiro

Luan está perto de acertar sua ida para o Palmeiras (Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco)

Na negociação que levará Luan para o Palmeiras, o Vasco vai manter parte dos direitos econômicos do jogador. O percentual não foi revelado pelo clube, mas internamente é tratado como algo interessante e que pode gerar lucro numa futura venda do defensor.

Atualmente, Vasco tem 55% dos direitos de Luan – o restante é dividido entre o jogador e seu empresário. O Palmeiras vai pagar R$ 10 milhões, divididos em cinco parcelas, para contar com o zagueiro. O valor é bancado pela Crefisa, patrocinadora alviverde – na compra de Borja, por exemplo, o Atlético Nacional também manteve um percentual.

Num programa de rádio na Internet, o vice-presidente do Conselho Deliberativo do Vasco, Sérgio Frias, confirmou a intenção do clube de manter percentual dos direitos de Luan e deu detalhes do negócio:

Leia Mais
- Bruno Cosendey exalta fase no time sub-20 do Vasco nesta temporada
- Vasco tem aproveitamento ruim em 2017 contra times da elite nacional
- Vasco lança campanha para valorizar trabalho na base e criar identificação
- Alto astral! Jean garante Vasco com 'confiança lá em cima' contra o Flu
- Leia mais notícias sobre Vasco da Gama em www.futnet.com.br/vasco

- O Vasco tem 55% dos direitos econômicos de Luan, e ele tem 45%. Isso (divisão de direitos) foi feito lá atrás, na outra gestão. O que o Vasco busca é uma proteção futura. Como se dará essa proteção futura? Se dará com o Vasco não fazendo com que todo valor percentual (vendido) do atleta seja dado nessa negociação do clube com o Palmeiras. Ou seja, parte desses valores ele recebe, e ele mantém percentual para futura negociação pelo Palmeiras – explicou Frias.

Assédio de outros clubes

Luan desperta o interesse de outras equipes brasileiras há um tempo. No início de 2016, ele foi procurado pelo Flamengo, mas optou por renovar com o Vasco. No mesmo período, o Palmeiras teve rejeitada proposta de 3 milhões de euros. O Corinthians foi outro a sondar o jogador.

- O atleta em janeiro de 2016 esteve muito próximo de ir para o Flamengo. E o Vasco estava em situação delicada, pois o contrato terminaria, salvo engano, em dezembro do ano passado ou desse ano. Vasco tinha possilibidade de receber em poucos meses qualquer valor pelo Luan. Então foi feita a renovação em janeiro de 2016, um renovação mais longa. Foi aumentado o salário do atleta e, evidentemente, o Vasco, inclusive, colocou no orçamento deste ano a pretensão de fazer dinheiro com a venda de atletas. E Luan é obviamente um desses atletas - completou Frias em seu programa.

Desde 2006 no Vasco, Luan é visto como um dos jogadores de maior mercado no clube. Ele foi campeão olímpico em 2016 e convocado por Tite para a Seleção principal em janeiro de 2017, para o amistoso com a Colômbia.

Atualmente, o zagueiro se recupera de uma fratura no pé direito e tem previsão para voltar a treinar em cerca de duas semanas. O jogador fará exames médicos pelo Palmeiras antes de a venda ser sacramentada.

Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Vasco da Gama