Publicada em 03/04/2017, às 11:08

Corinthians espera fechar contratação de Valdívia, do Inter, nesta segunda

Depois do acordo com o Colorado, Timão discutirá os salários com o meia-atacante. Giovanni Augusto, que ganha mais no clube paulista, vai para o time gaúcho

Valdivia e Giovanni Augusto estão sendo trocados por Internacional e Corinthians

O Corinthians acredita que conseguirá nesta segunda-feira o acerto com o meia-atacante Valdívia. Depois de chegar a um acordo com o Internacional, envolvendo Giovanni Augusto na negociação, o Timão discutirá as bases salariais com o jogador do Colorado. A troca terá validade até o fim de 2017.

Dirigentes paulistas e gaúchos fecharam a transação na última sexta-feira à tarde, restando apenas a discussão dos termos financeiro com os atletas. Isso não é considerado pelas partes como um obstáculo, já que ambos estão dentro do teto salarial dos clubes. Valdívia, aliás, tem salários mais baixos do que Giovanni, o que fará o Corinthians economizar.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store

Por enquanto, Timão e Colorado evitam falar sobre a negociação e só se manifestarão depois que tudo estiver acertado. Antes da partida contra o Botafogo, no último sábado, em Ribeirão Preto, o presidente do Timão, Roberto de Andrade, fez elogios a Valdívia, mas negou que os clubes estivessem conversando sobre a troca.



Corinthians e Internacional, porém, estão em contato há mais de duas semanas. O Colorado mostrou interesse em contratar Giovanni Augusto, mas avisou que não envolveria Valdívia e Nico López, duas de suas maiores estrelas. Os nomes colocados na mesa, como do atacante venezuelano Seijas, não agradaram à comissão técnica corintiana.

O Internacional só concordou em incluir Valdívia na negociação depois do aval do técnico Antônio Carlos Zago. O jogador está em baixa desde a chegada do treinador e passa a maior parte do tempo como reserva. Ele disputou 11 partidas e marcou apenas um gol nesta temporada.

Valdívia agrada bastante aos corintianos por poder atuar em várias posições no sistema ofensivo. O elenco, por exemplo, não tem reservas para os armadores Rodriguinho e Jadson. Além disso, a diretoria queria a contratação de mais um jogador de velocidade, mesmo depois de buscar Clayton, do Atlético-MG.

Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte

Leia Mais
- Matheus Jesus veste boné e explica preferência por Santos ao São Paulo
- Juninho festeja vitória do mistão do Palmeiras: 'Mostramos nossa força'
- Fagner, do Corinthians, está na mira da Inter de Milão, diz jornal
- Após empréstimo, Santos negocia zagueiro em definitivo com o Sion, da Suíça

Últimas