Publicada em 03/04/2017, às 10:00

Corinthians decide exercer opção de compra dos direitos do zagueiro Pablo

Jogador empolga dirigentes com boas atuações neste início de temporada, e Timão iniciará em breve as conversas com o Bordeaux. Valor chega aos R$ 10 milhões

Pablo durante treino do Timão no CT Joaquim Grava (Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)

Sem muito dinheiro em caixa, o Corinthians começa a se planejar para segurar um de seus principais jogadores nesta temporada. Depois de apenas 15 partidas disputadas, a diretoria do Timão já decidiu que exercerá a prioridade de compra dos direitos econômicos do zagueiro Pablo, titular absoluto da equipe.

O clube terá de pagar cerca de 3 milhões de euros (R$ 10 milhões na cotação atual) ao Bordeaux, da França, para segurar o defensor em 2018. O contrato de empréstimo tem validade até 31 de dezembro de 2017, mas a intenção da direção alvinegra é se antecipar para não correr riscos.

Caso o clube francês receba outras propostas, o Corinthians será obrigado a, pelo menos, igualar os valores para adquirir os direitos. A direção, porém, acredita que o desejo do jogador em permanecer no Timão será fundamental para o acordo.

Leia Mais
- Carille apoia Eduardo Baptista, diz não ver noticiário e também desabafa
- Rachão do Corinthians tem zoeiras e menções a Rodrigo Caio e Felipe Melo
- Ponte ajudou a moldar jogador que é fundamental na tática do Corinthians
- Corinthians fará novo mosaico e mira recorde em primeira final na Arena
- Leia mais notícias sobre Corinthians em www.futnet.com.br/corinthians

O dinheiro para comprar os direitos pode vir da venda de outro zagueiro. O Timão deve negociar nas próximas semanas os 25% dos direitos econômicos que ainda tem de Felipe, hoje no Porto. A opção de compra está prevista em contrato e provavelmente será exercida, já que a equipe portuguesa pode vender o defensor para o Real Madrid. O clube receberá cerca de 5 milhões de euros (R$ 16,6 milhões).

Pouco aproveitado na França, Pablo chegou ao Corinthians no início de 2017 e se transformou em peça-chave com o técnico Fábio Carille. Ele assumiu rapidamente a vaga de titular e vem formando com o paraguaio Balbuena uma das duplas de zaga menos vazadas do futebol brasileiro.

O Corinthians sofreu bastante no ano passado com os problemas defensivos. Nenhum dos zagueiros teve rendimento satisfatório, principalmente se comparados com os antecessores Gil e Felipe. Por conta disso, a diretoria precisou buscar reforços e encontrou em Pablo uma opção de boa capacidade técnica e de baixo custo.

Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Corinthians