Publicada em 03/04/2017, às 11:30

Após três anos sem corresponder, sub-20 do Santos ganha nova chance

Com time reformulado, técnico Aarão aposta na confiança e incentiva os garotos a tentarem: 'Os erros deles são meus, os acertos são nossos'

Reunião de Aarão com a equipe sub-20 Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/ Santos FC

Após três anos sem corresponder, a equipe sub-20 do Santos passou por uma reformulação e ganhou uma nova chance, já que está com um novo técnico e time misto - alguns jogadores foram dispensados e novos foram integrados. A atual equipe busca uma nova cara e luta para deixar no passado as sequências ruins. O técnico Aarão Alves aposta na confiança e incentiva os garotos a tentarem, mesmo que errem.

- Os erros deles são meus, os acertos são nossos - comentou em entrevista ao L!.

O garotos estão na reta final da preparação para a Copa do Brasil, onde a equipe estreará nesta quarta-feira, às 17h, contra o Luverdense, no estádio Passos das Emas, em Lucas do Rio Verde (MT). Para o novato Vitor Mendes, de 18 anos, lidar com o frio na barriga antes da estréia é uma complicação. Fã de Thiago Maia, o volante se inspira no futebol do camisa 19 e pretende trazer muitos títulos para o Peixe.

Leia Mais
- Confira os brasileiros com mais gols nas ligas européias e os principais artilheiros!
- Colombianos do Santos sonham com vaga no time e destacam qualidades
- Em treino sem Renato e Oliveira, Modesto faz reunião com Dorival
- Renato e Ricardo Oliveira ficam presos no trânsito e faltam a treino do Santos
- Leia mais notícias sobre Santos em www.futnet.com.br/santos

- É importante recomeçarmos e esquecermos o que já passaram de ruim. Agora é tudo novo, equipe e preparativos. Temos uma expectativa boa, mas é complicado ter que lidar com a ansiedade e com o frio na barriga antes da estréia. Nós apoiamos uns aos outros, a comissão sempre nos orienta e nos passa tranquilidade. Me inspiro muito no Thiago Maia, sou fã. Espero que Deus nos ajude e que tragamos muitos títulos para o Santos - explicou em entrevista ao L!.

Macaco velho da casa, o goleiro Fernando Castro, de 20 anos, é parte do antigo time e entende que a maturidade do garotos ajudará a superar a má fase, e que não faltará incentivo para mudar o rumo da história de uma categoria com tanto peso.

- Nós daremos o máximo dentro de campo. Estamos trabalhando forte para reverter a história de que o sub-20 do Santos não ganha mais títulos. Mas, somos bem maduros, sabemos como é a vida de um jogador de futebol, um dia você está em cima, outras vezes por baixo ou até fora do clube. Encaramos bem essa troca de comissão e estamos tranquilos, vamos com muita vontade para os campeonatos - garantiu o arqueiro em entrevista ao L!.

No comando da categoria, o treinador crê que é um erro acabar com o que estava sendo trabalhado e pretende mesclar com o que acredita que deve ser feito. Além disso, citou que a revelação dos jovens é importante, mas não prioridade. E depois de se auto intitular como 'chato', contou sobre as cobranças que insiste em fazer para melhor preparar os atletas.

- O revelar é muito legal, é marca do Santos 'Meninos da Vila', mas creio que não tem como revelar perdedores e sim vencedores, e pra revelar vencedores tem que ensinar no dia a dia que eles tem que buscar acima de tudo dentro de campo - relatou.

- Apesar de ser minha primeira Copa São Paulo no ano que vem, o torcedor quer olhar dois ou três que estejam prontos para irem para o profissional, o título acaba sendo consequência. Por esse motivo eu sou chato, cobro muito a disciplina, postura, comprometimento e intensidade, por acreditar que ajuda muito dentro de campo. Não aceito um time de base lento, eles estão no auge da forma física, não estão completos na parte técnica e tática, mas tem que ter vontade sobrando - concluiu.

Fonte: Lancenet
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Santos