Publicada em 31/03/2017, às 08:14

Ingressos a R$ 40: Flu aguarda início de vendas para jogo contra o Liverpool

Clube define preços e aguarda comercialização de bilhetes pela concessionária, que já foi notificada pela Justiça. Meia-entrada para estreia na Sul-Americana sairá a R$20

Flu volta ao Maraca na estreia da Sul-Americana, contra o Liverpool-URU, na quarta (Foto: Bruno Haddad/Fluminense F.C)

Após demora e indefinição, o Fluminense anunciou sua volta ao Maracanã na estreia da Copa Sul-Americana, contra o Liverpool-URU, no dia 5 de abril, às 21h45 (de Brasília). Uma decisão liminar favorável ao Tricolor garantiu ao clube o direito de mandar a partida no estádio, já que ainda possui contrato vigente com a concessionária. Como determinado pelo acordo, o Tricolor define o preço das arquibancadas Norte e Sul, atrás dos dois gols. A diretoria estabeleceu os preços de R$ 40 (a meia-entrada sai a R$ 20) para os dois setores.

A precificação das cadeiras de setores Leste e Oeste, bem como a operação da comercialização de bilhetes, cabe à Odebrecht, majoritária do Consórcio Maracanã. Procurada pelo GloboEsporte.com, a concessionária ainda não se posicionou desde a notificação da decisão liminar que concedeu ao Flu o direito de atuar em sua casa contra os uruguaios. De acordo com o Estatuto do Torcedor, a venda precisa começar até a noite do próximo domingo - 72 horas antes do início da partida.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store

O Tricolor não atua no estádio desde o dia 15 de novembro do ano passado, quando empatou com o Atlético-PR, por 1 a 1, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Após o fim da Rio 2016, o estádio tem sido pouco usado pelos clubes do Rio. A concessionária não deseja mais explorar o local. Tanto que negociou o repasse da licitação à Lagardère. Desde o começo de março, a gestão do presidente Pedro Abad negocia com o consórcio para atuar no Maracanã na estreia da competição internacional. Porém, o entendimento demorou, e o Tricolor procurou seus direitos na Justiça.



Pela decisão, em caráter provisório, do juiz Rossidelio Lopes da Fonte, da 37ª Vara Cível, a administradora do estádio terá de pagar multa de R$ 10 mil por dia em caso de descumprimento do contrato. Foi marcada ainda uma audiência de conciliação entre as partes para o dia 25 de maio. O contrato do Fluminense com a concessionária, firmado em 2013 e com 35 anos de duração, prevê que o clube pode mandar os seus jogos sem custo de operação no Maracanã.

O clube, então, anunciou em seus canais oficiais a data e o local da partida. O departamento de marketing lançou a hashtag #DeVoltaParaCasa e uma campanha para levar um grande público ao estádio.. A torcida tricolor se mobiliza nas redes sociais para fazer um mosaico e um corredor humano para receber a delegação no entorno do Maracanã. Vice-campeão da Copa Sul-Americana em 2009, o Fluminense trata o campeonato como prioridade na temporada. A competição internacional, remodelada, oferece prêmios que chegam a quase os US$ 7 milhões (carca de R$ 21 milhões), entre bonificações por passagens de fase, título, vaga na Recopa Sul-Americana e a classificação para a Taça Libertadores de 2018.

Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte

Leia Mais
- Marlon e Peu são inscritos na Copa Sul-Americana pelo Fluminense
- Sem vencer em casa há 50 dias: Flu amarga jejum no Rio e cai na tabela
- Sem Scarpa, com Richarlison; Flu vai a Quito sem laterais e uma novidade
- Com promoções, Flu convoca torcida para partida contra o Corinthians
- Leia mais notícias sobre Fluminense em www.futnet.com.br/fluminense

Mais sobre - Fluminense