Publicada em 30/03/2017, às 20:41

Fã de Tite, Edenílson mira sucesso no Inter para rever treinador na Seleção

Dublê de volante e lateral-direito se coloca à disposição de Zago para ajudar Colorado

Edenílson aposta na volta do Inter à Série A (Foto: Tomás Hammes/GloboEsporte.com)

Mesmo quem conquistou o mundo e atuou pela Europa não diminui a motivação quando o desafio é ajudar o Inter a retornar à elite do futebol brasileiro. Edenílson chegou focado em mostrar o que apresentou quando atuava no Corinthians. Espera que, com suas atenções, chame a atenção de um antigo aliado. A ideia é convencer Tite que merece uma chance com na seleção brasileira.

Em sua apresentação na tarde desta quinta-feira, o volante não escondeu a satisfação por defender o Colorado. Tinha o desejo de retornar a Porto Alegre, sua cidade natal. Para Edenílson, não há outra opção que não seja conquistar uma das quatro vagas à Série A de 2018.

– Tenho certeza que subiremos. O Inter é um clube muito grande e não pode ficar dois anos disputando um campeonato que não é do tamanho do clube e da torcida. Os jogadores precisam ser respeitados. Eles batalham para colocar o Inter no lugar dele – destacou.

Leia Mais
- Roberson volta aos trabalhos e se credencia para final; Carlos é ausência
- Brenner pode pegar suspensão de 180 dias por agredir árbitro
- Colorados já compraram 18 mil ingressos para a final do Gauchão
- Zago comanda treino sem presença de zaga titular; Eduardo Sasha é atração
- Leia mais notícias sobre Internacional em www.futnet.com.br/internacional

Edenílson citou que não gosta de ficar posicionado. Pelo contrário. Recebe a bola, sai com ela em velocidade e chega ao ataque para auxiliar os homens de frente. No Beira-Rio, não fez escolha por uma posição. Polivalente, deixa a cargo de Antônio Carlos Zago a decisão de escolher o local onde atuará.

– Chego para agregar e ser útil ao grupo. Cabe ao treinador. As necessidades ele verá no dia a dia. Espero poder jogar – declarou.

O desejo de recuperar o futebol de outrora mira um reencontro com Tite. Ambos trabalharam juntos no Corinthians, quando ganharam a Libertadores e o Mundial. Apesar da distância, Edenílson não parou de acompanhar o antigo chefe. E, novamente no Brasil, espera ter um bom rendimento para ser lembrado para atuar pela Seleção.

– O Tite é um técnico que admiro muito. Tenho acompanhado o trabalho dele na Seleção. Todo jogador pensa em chegar à Seleção. Espero fazer bons jogos pelo Inter. Primeiro passo é chegar, me adaptar e fazer boas partidas – reforçou o volante.

Em Porto Alegre, Edenílson já treinou na tarde desta quinta-feira no CT do Parque Gigante. Por ter documentos brasileiros e já estar na capital gaúcha, a tendência é de que ele seja o inscrito na competição estadual – o clube somente dispõe de uma vaga.

No Genoa, da Itália, Edenílson fez 17 jogos na atual temporada. O gaúcho surgiu como volante, mas estava sendo mais aproveitado ala pela direita no esquema 3-4-3 utilizado pela equipe. Ele foi lançado profissionalmente pelo Caxias, em 2009. Transferiu-se para o Corinthians em 2011, onde permaneceu por quatro temporadas. Pelo Timão, acumulou os títulos do Brasileirão (2011), Libertadores (2012), Mundial (2012) e Paulistão (2013).

O atleta assinou contrato de empréstimo até 30 de junho de 2018. Enquanto isso, a diretoria ainda trabalha para encerrar os trâmites para anunciar o meia chileno Felipe Gutierrez.

Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Internacional