Publicada em 30/03/2017, às 10:06

Alex Silva, sobre reforço do São Paulo: "Vai pra cima como Lucas e Denílson"

Ex-zagueiro do Tricolor estava atuando com Thomaz Santos no Jorge Wilstermann desde o fim de janeiro; jogador recebeu ligação de Ceni para passar informações

Thomaz jogou por três anos no Jorge Wilstermann, da Bolívia (Foto: Divulgação)

Bicampeão brasileiro pelo São Paulo em 2006 e 2007, Alex Silva aprovou a contratação de Thomaz Santos pelo Tricolor. O zagueiro foi companheiro do meia no Jorge Wilstermann, da Bolívia, nos últimos dois meses.

– Ele é uma grande pessoa, um grande pai de família, além de um belo profissional. O seu futebol dispensa comentários. É um estilo de jogo com a cara do torcedor são-paulino. É técnico, habilidoso e vai pra cima como faziam o Denílson e o próprio Lucas. Ele tem tudo para fazer história no São Paulo. O Thomaz se encaixa perfeitamente no esquema ofensivo que atua hoje o time dirigido pelo Rogério Ceni – afirma Alex Silva.

O treinador são-paulino, inclusive, entrou em contato com o zagueiro para saber mais informações sobre Thomaz. O meia de 30 anos era desconhecido no Brasil até se destacar na partida contra o Palmeiras, pela primeira fase da atual edição da Taça Libertadores. O Jorge Wilstermann perdeu por 1 a 0, porém o brasileiro foi o principal jogador do time boliviano.

Leia Mais
- Ceni fala em diminuir elenco do São Paulo para 29 jogadores, e base pode perder espaço
- Ceni vai atrás de novas alternativas e põe jogo contra Cruzeiro como exemplo
- Ceni fala em criar novas alternativas e diz que reforço agora só de peso
- Após eliminações, São Paulo leva jogos como exemplos para temporada
- Leia mais notícias sobre São Paulo em www.futnet.com.br/saopaulo

– Tive um conversa rápida com o Rogério para dar referências de como o Thomaz é fora de campo. O Rogério nunca deixou de falar comigo e com os ex-companheiros de São Paulo. Somos amigos até hoje – comenta o zagueiro.

Quando Alex Silva ficou sabendo que o amigo poderia ir para o São Paulo ficou muito feliz e o incentivou a aceitar o contrato válido por três temporadas.

– Não poderia deixar de dar as referências sobre o São Paulo. Disse para ele ir de olhos fechados, pois é um clube sério, profissional, com pessoas de caráter e que briga sempre por títulos – finaliza Alex.

No Brasil, Thomaz passou pelas categorias de base de Juventus e Corinthians e foi um dos destaques da Copa São Paulo de Futebol Júnior em 2006, pelo Internacional. Depois de rodar por times da região sul do país, o meia jogou em 2014 no Brasiliense, seu último time brasileiro, antes de ir para a Bolívia defender o Jorge Wilstermann. Nesta temporada, o jogador atuou em 30 partidas e marcou 8 gols.

Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - São Paulo