Publicada em 29/03/2017, às 19:25

Recuperação atrasa, e Beto da Silva deve ficar mais 30 dias fora no Grêmio

Por conta de estiramento na coxa, atacante peruano ainda não estreou pelo Grêmio

Beto da Silva se recupera de estiramento na coxa (Foto: Eduardo Moura/GloboEsporte.com)

A estreia do atacante peruano Beto da Silva no Grêmio demorará mais do que o previsto. Afastado dos treinamentos desde o início de fevereiro por conta de um estiramento na coxa direita, o peruano tinha previsão de permanecer um mês afastado. No entanto, a recuperação foi mais lenta do que o esperado e o jogador deverá ficar ao menos 30 dias longe do grupo principal.

– É a mesma lesão que demandará mais tempo do que o estimado inicialmente – resume o vice de futebol Odorico Roman.

Em nota oficial divulgada em 10 de fevereiro, o Grêmio informou que o jovem sofreu uma lesão muscular de grau três no bíceps femoral direito. O problema o acometeu durante um treinamento. Após a atividade, o próprio Renato Portaluppi revelou o estiramento no atacante.

Leia Mais
- Volante Maicon pode ser desfalque contra o Guaraní
- Hora da verdade! Grêmio recebe o Guaraní-PAR em duelo pela liderança
- Copa América 2019 será disputada em sete cidades brasileiras
- Justiça condena Grêmio a pagar dívida de R$ 3,1 milhões a goleiro Victor
- Leia mais notícias sobre Grêmio em www.futnet.com.br/gremio

Promessa do futebol peruano, Beto da Silva assinou com o Grêmio por quatro temporadas, mas ainda não estreou com a camisa do Grêmio. O Tricolor pagará 400 mil euros por 70% dos direitos econômicos do atacante.

Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Grêmio