Publicada em 28/03/2017, às 13:46

Lindoso 'cobra' Botafogo nas finais do Carioca e espera retomar titularidade

Volante - que era um dos 11 iniciais da equipe em 2016 - admite não estar satisfeito com a reserva, deixa decisão nas mãos de Jair e pede Glorioso na semifinal pela grandeza do clube

Rodrigo Lindoso foi titular no meio-campo na vitória do último domingo (Foto:Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Uma vitória nesta próxima quinta, contra a Portuguesa-RJ, pode encaminhar a classificação do Botafogo para as semifinais do Carioca. Até por isso, o volante Rodrigo Lindoso - titular no triunfo diante do Bangu, no último final de semana - quer a equipe alvinegra focada para assegurar o triunfo em Los Larios.

- A gente sempre quer chegar, Botafogo tem que estar na semifinal, se vai chegar na final é detalhe, mas queremos estar lá. Pela grandeza do Botafogo devemos sempre depender de nós. Acabamos dando uma bobeada no Carioca, mas esse jogo contra o Bangu serviu para dar uma levantada, os jogadores que não vinham sendo titulares, seguramos a vitória mesmo com um a menos.

Titular durante boa parte da campanha no ano passado - quando compôs a trinca de volantes junto com Airton e Bruno Silva - Lindoso acabou preterido em alguns jogos nesta temporada, atuando mais vezes com o time alternativo do Glorioso. O jogador admitiu não estar satisfeito com a situação e prometeu trabalhar ainda mais forte para buscar uma chance com o técnico Jair Ventura.

Leia Mais
- No dia do goleiro, Gatito pega pênalti e volta a ser decisivo para o Botafogo
- Boa fase! Guilherme recebe elogios de Jair e acirra a disputa no Botafogo
- Copa América 2019 será disputada em sete cidades brasileiras
- Pelo Top-5: Sassá está a um gol de se isolar nos artilheiros do Século XXI
- Leia mais notícias sobre Botafogo em www.futnet.com.br/botafogo

- Isso é meio chato de falar, o Jair é o nosso comandante, e a gente respeita os companheiros. Mas se eu falar que estou satisfeito no banco, não estou... eu trabalho para jogar, desde que chegei ao Botafogo tenho números positivos. Me sinto fazendo parte do grupo e procuro fazer o meu. Agora, cabe ao Jair achar que deve me utilizar ou não - completou o volante que está no clube desde 2015, quando chegou após se destacar com o Madureira no Carioca.

Fonte: LanceNet
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Botafogo