Publicada em 28/03/2017, às 09:23

Conca ''passa'' em avaliações e inicia preparação física no Fla nesta semana

Em processo de recuperação desde que chegou ao clube, argentino cumpre bem as primeiras fases de seu tratamento. Veja vídeo de trabalho com bola nesta segunda

Conca trabalha diariamente nos campos do CT do Flamengo (Foto: Gilvan de Souza)

O processo de recuperação de Darío Conca segue progredindo dia após dia. No Flamengo desde o começo de janeiro, quando foi apresentado, o argentino inicia nos próximos dias seu trabalho de preparação física. É mais uma etapa a ser cumprida no tratamento. Avaliações e exames feitos até aqui mostram boa evolução no problema no joelho do meia. Agora, será observado como ele responderá.

Conca se recupera de uma cirurgia delicada no joelho esquerdo. A lesão foi sofrida em meados de agosto, quando atuava pelo Shangai SIPG. No processo de contratação do meia, o Rubro-Negro abriu as portas para que o jogador utilizasse a estrutura do CT do Ninho do Urubu e o aparato médico. A expectativa inicial era de que ele poderia estrear com a camisa do clube em maio. O último boletim médico divulgado pelo Flamengo foi em fevereiro.

Desde o mês passado, Conca vem sendo visto com frequência em seu trabalho separado no Ninho do Urubu. O meia também dividiu em alguns momentos as atividades com Ederson, que também tratava de lesão, mas já voltou a trabalhar recentemente com o restante do grupo.

Leia Mais
- Apesar da derrota, Arão exalta chances criadas e pede concentração
- Artilheiros, Guerrero e Richarlison travam disputa particular no Fla-Flu
- Último jogo na Gávea completa 20 anos. Confira planos do Fla em meio à pressão contrária
- Copa América 2019 será disputada em sete cidades brasileiras
- Leia mais notícias sobre Flamengo em www.futnet.com.br/flamengo

Nesta segunda-feira, o Flamengo publicou um vídeo em suas redes sociais em que Conca aparece trabalhando com bola no gramado. Ele trocou passes e jogou ''golzinho'' com outros atletas.

A comissão técnica ainda não conta com o argentino na programação - a ideia é ter paciência na espera pelo jogador, considerado trunfo para a Libertadores. Dedicado, Conca trabalha em dois períodos e chega a fazer seis horas por dia de trabalho no CT.

Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Flamengo