Publicada em 27/03/2017, às 18:58

Juiz diz que se desequilibrou 'no susto' e que Fabuloso o chamou de 'safado'

Luís Antônio Silva dos Santos dá versão na súmula sobre a expulsão de Luis Fabiano no clássico entre Fla e Vasco: "Ainda tive que usar os braços para evitar ir ao chão"

Confira a súmula redigida por Índio sobre a expulsão de Luis Fabiano (Foto: Reprodução)

O árbitro Luís Antônio Silva dos Santos relatou na súmula do clássico entre Flamengo e Vasco, que terminou empatado em 2 a 2, o motivo da expulsão do atacante Luis Fabiano. Ele citou o contato com o atacante e disse ter dado um passo para trás - "no susto com sua atitude" - para evitar maior contato, mas ainda assim o jogador foi para cima e por isso se desequilibrou. O árbitro relatou ter sido chamado de "moleque" e "safado" pelo atacante, contando que o jogador precisou ser contido por seus companheiros e pelo técnico Milton Mendes.

O lance gerou grande polêmica e enfureceu os cruz-maltinos, chegando a haver insinuações de que o árbitro simulou o desequilíbrio para expulsar o jogador. A reportagem tentou contato com o árbitro, sem sucesso.

Diz o documento:"Aos 53 min do 2º tempo, expulsei o sr. Luís Fabiano Clemente (Vasco Nº 9), pois após aplicação de um cartão amarelo decorrente de uma falta que o mesmo fez no sr. Márcio Rodrigues Araújo (Flamengo Nº 8), na intermediária do campo de defesa do Vasco, onde o mesmo calçou seu adversário quando este partia para o ataque. De forma acintosa, o sr. Luís Fabiano Clemente partiu para cima de mim me afrontando enquanto ainda erguia com o braço direito o cartão amarelo. No susto, com sua atitude, ainda tentei dar um passo para trás a fim de evitar contato, mas ainda assim o jogador vem para cima, tocando o seu peito no meu, me levando ao desequilíbrio. Ainda tive que usar os braços para evitar ir ao chão. Após essa atitude desrespeitosa e agressiva, apliquei o cartão vermelho direto. Após me recompor, fui cercado por alguns jogadores do Vasco. O jogador expulso continuou afrontando, colocando os dois dedos junto ao meu rosto, intimidando e dizendo: "Você é moleque, safado, mal intencionado...". O jogador do Vasco, sr. André Luiz Tavares (Nº 7) insistentemente segurava seu companheiro, tentando afastá-lo, mas ele ainda vinha por trás, pela frente, dava voltas até se afastar e no momento de saída do campo batendo palmas ainda foi segurado pelo técnico, que tentava contê-lo e acalmá-lo".

Leia Mais
- Veja o balanço do Vasco este ano e o que precisa evoluir para o Brasileirão
- Em reunião, Eurico discorda da posição do Flamengo: 'Maracanã é do povo'
- Nenê posta foto do time com Milton Mendes e mostra clima descontraído no Vasco
- Estado do Rio avisa que não tem prazo para definir o futuro do Maracanã
- Leia mais notícias sobre Vasco da Gama em www.futnet.com.br/vasco

Ainda em Brasília, Luis Fabiano riu ao ser perguntado se já tinha visto árbitro "simular" uma agressão e disse que era novidade para ele. Além disso, colocou-se como alvo de um julgamento diferenciado por parte dos juízes.

- A interpretação é de cada um (sobre o lance). Fazer o quê (ao ser perguntado sobre a suspensão do árbitro)? Desde o primeiro lance do jogo ele já vinha querendo conversar, falar algumas coisas que não cabe a mim falar aqui. Mas é sempre aquilo: com o Luis Fabiano a interpretação é diferente.

Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Vasco da Gama