Publicada em 27/03/2017, às 09:52

Inter passa sufoco, mas vence o São José-RS no Estádio Vale pelo Gauchão

Brenner e Roberson marcam para o time de Zago, enquanto Canhoto desconta

Estádio do Vale para São José x Inter - D'Alessandro (Foto: Ricardo Duarte / Inter, DVG)

Enfim, o Inter conseguiu a primeira vitória no Gauchão. Mas ela veio sob extremo sufoco, na tarde deste domingo, no Estádio do Vale. Com duas assistências de D’Alessandro, o time de Antônio Carlos Zago superou o São José por 2 a 1, pela 10ª rodada do estadual. Brenner e Roberson anotaram os gols colorados, enquanto Canhoto defendeu. O Zequinha pressionou até o final, teve chance clara de empatar a partida e ainda reclamo um pênalti não marcado de Danilo Fernandes em cima do próprio Canhoto.

Com o resultado, o Inter ganha duas posições na tabela e sobe para a sexta colocação, com 14 pontos. Por sua vez, o São José cai um posto e fica em sétimo, com 13 pontos.

As duas equipes focam, agora, na 11ª e decisiva rodada da primeira fase do Gauchão, com todos os jogos marcados para as 21h45 da próxima quarta-feira. O São José vai a Caxias do Sul enfrentar o Juventude, no Alfredo Jaconi. O Inter recebe o Cruzeiro-RS.

Leia Mais
- Copa América 2019 será disputada em sete cidades brasileiras
- Keiller afirma estar preparado para ser titular do Inter
- O dia no mercado: novo clube para Willians e reviravolta de Maicon no Bota
- Reforços Cirino e Pottker acirram disputa por vaga no ataque do Inter
- Leia mais notícias sobre Internacional em www.futnet.com.br/internacional

O primeiro tempo não foi lá de um jogo vistoso. Longe disso. Compactado em seu sistema defensivo, o São José travou as jogadas do Inter, que controlou a posse de bola, mas foi pouco vertical e móvel para desmanchar a defesa rival. Ainda assim, o Colorado dominou a partida, sem correr grandes riscos e se expor a contra-ataques.

O gol surgiu do talento de D'Alessandro, já no final da partida, em uma rara falha da zaga do Zequinha. O gringo achou Brenner dentro da área. E o centroavante, que havia perdido duas chances anteriores, não perdoou para abrir o placar com certo merecimento para a equipe de Antônio Carlos Zago.

A segunda etapa se mostrou bem mais movimentada em relação ao primeiro tempo. Melhor do time, D’Alessandro continuou a chamar a responsabilidade para a armação das jogadas. Dos pés do gringo, saiu o cruzamento açucarado para Roberson ampliar o marcador e dar cara de que a partida se encaminharia para uma vitória tranquila...

... Mas não. O Inter recuou e cedeu espaços para o adversário pressionar e beliscar um empate. O Zequinha poderia ter marcado aos 20 minutos, quando Canhoto foi derrubado na área por Danilo. O árbitro mandou seguir. Pouco depois, o próprio atacante do São José recebeu lançamento de Clayson e marcou para os donos da casa. Canhoto ainda teve a chance clara de empatar, mas foi vencido por uma espetacular defesa do goleiro colorado. Embora o São José-Rs tenha pressionado até o final, o placar não mais se movimentou.

Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Internacional