Publicada em 27/03/2017, às 11:18

Análise: Corinthians fica menos com a bola e faz poucos gols, mas é eficiente

Invicto em clássicos no Paulistão, Timão varia sua estratégia de jogo dependendo do rival. Com Jadson no meio e Maycon aberto, Carille ganha novas opções na equipe

Corinthians teve Jadson por dentro, e Pedrinho e Maycon abertos pelos lados (Foto: GloboEsporte.com)

O Corinthians que começou a ser montado por Tite em 2016, após o desmanche do hexacampeonato, tinha na força defensiva e na posse de bola algumas de suas marcas. O do técnico Fábio Carille também é forte atrás, com oito gols sofridos em 11 jogos no Paulistão (média de 0,72 por jogo).

Mas apesar de saber trabalhar a bola, o Timão nem sempre sai de campo com maior posse que o adversário. Isso porque muda a proposta de jogo conforme o adversário. Foi assim contra Palmeiras, Audax e São Paulo, para citar alguns jogos...

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store

No clássico contra o São Paulo, no último domingo, o Timão teve só 41% de posse. Ajustado taticamente, o time esperou o São Paulo no bom empate por 1 a 1 no Morumbi, aguardando um erro do arquirrival para conseguir sair em contra-ataques. Encaixotado, pouco criou no primeiro tempo, fora um chute de fora da área de Rodriguinho. Mas também não foi muito ameaçado. Na etapa final, com mais espaços, criou boas chances e conseguiu o empatar o jogo com Jô após sair perdendo.



O esquema 4-1-4-1 teve novidades. Geralmente escalado aberto pelo lado direito, Jadson jogou pelo centro, à direita de Rodriguinho. Carille congestionou o meio para atrapalhar os tricolores.

Segundo volante de origem, Maycon foi usado aberto pelos lados, alternando com Pedrinho (e, depois, Léo Jabá). Inicialmente na esquerda, o marcador foi para a direita durante o jogo para ajudar o lateral-direito Léo Príncipe na perseguição a Araruna e Luiz Araújo. Após o jogo, Carille festejou as atuações de Maycon e Jadson. Sem Giovanni Augusto, Marquinhos Gabriel e Kazim, todos machucados, o técnico ganha uma nova opção de formação, com o armador por dentro e o volante aberto.

Pela 10ª vez em 15 jogos oficiais no ano, o Timão saiu de campo com apenas um gol marcado. Apesar da escassez de gols, o time tem a segunda melhor campanha do Paulistão (21 pontos).

Invicto nos três clássicos do torneio (duas vitórias e um empate), o time vai forte para as decisões de abril. Desta equipe, o torcedor não deve esperar show. Carille e os atletas, porém, mostram capacidade de entender o jogo e de competir de igual para igual em jogos grandes.

Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte

Leia Mais
- Cássio responde críticas, lamenta desfalques e se esquiva sobre Walter
- Após Jadson, Corinthians perde Pablo por contusão por até um mês e meio
- Corinthians já vê Cássio na Seleção: as razões do veto à saída de Walter
- Avaí x Corinthians: prováveis times, onde acompanhar, baixas e palpites
- Leia mais notícias sobre Corinthians em www.futnet.com.br/corinthians

Mais sobre - Corinthians