Publicada em 24/03/2017, às 16:20

Ferraz vê oportunismo em críticas ao Santos e elogia "verdadeiro torcedor"

Lateral-direito não foge de pergunta sobre "panelinha" e influência da religião no elenco do Peixe após pichações nos muros da Vila Belmiro nessa semana

Victor Ferraz é um dos líderes do elenco do Santos (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Nas críticas recentes ao elenco do Santos, e inclusive nas pichações nos muros da Vila Belmiro, alguns torcedores questionaram a influência da religião no elenco e uma suposta "panelinha" do técnico Dorival Júnior na escolha do time titular.

Um dos líderes do elenco, Victor Ferraz foi questionado sobre o assunto e não fugiu da resposta. O lateral-direito disse que poderia ter enrolado nas palavras, mas foi enfático.

– Queria essa pergunta. Ano passado eles tiveram milhões de oportunidades (de elogiar). Perdemos um clássico em 13 (disputados em 2016), fomos campeões paulistas, vice no Brasileiro. (No ano passado, quando o time estava bem) poderiam ter pichado "mais religião", "essa panelinha me serve". Aproveitaram uma situação ruim, a maior turbulência em dois anos, onde não estávamos jogando bem, é verdade, mas descarregaram – disse Ferraz em entrevista coletiva.

Leia Mais
- Zagueiro passa por nova cirurgia, mas mantém prazo de volta ao Peixe
- Presidente do Paysandu exalta duelo com o Santos, e confessa 'torcida' em sorteio de mando
- Modesto fala sobre adversário do Santos na Copa-BR: 'Não veio à toa'
- Nada feito para o Flamengo: STF confirma Sport como único campeão Brasileiro de 1987
- Leia mais notícias sobre Santos em www.futnet.com.br/santos

– Estamos aqui há quanto tempo? O verdadeiro torcedor me conhece, conhece Ricardo (Oliveira), Renato. Acabou sendo exagerado. Sobre críticas, foram válidas. Perdemos jogos que não estamos acostumados. É normal. Aceitamos as críticas construtivas e por causa disso a gente melhorou, consertou e voltou a jogar bem. Espero que continuemos melhorando e que o verdadeiro torcedor nos apoie, assim como foi com a torcida em Sorocaba, que nos apoiou o tempo todo – completou o camisa 4.

Retomada após protesto

Depois que os muros da Vila foram pichados, o Santos foi a Sorocaba e venceu o São Bento por 2 a 0, assumindo a liderança do Grupo D do Paulista. Neste sábado, às 15h, a equipe enfrenta o Santo André. Ferraz acredita em jogo difícil no estádio Bruno José Daniel. O lateral-direito lembra da vitória do Ramalhão sobre o Corinthians por 2 a 0, em Itaquera, neste estadual.

– É a equipe que joga melhor contra os grandes, que venceu Corinthians. Merece nosso respeito.

O Alvinegro pode até se classificar nesta rodada em caso de vitória contra o Santo André e empate ou derrota do Mirassol para o Novorizontino. Se a Ponte Preta perder para o São Bento, os santistas também podem avançar antes do final da primeira fase.

– A gente sabe que uma boa vitória pode nos classificar, pode fazer com que a gente encoste no Corinthians para ainda ser o segundo lugar do geral e diminuir a distância para o Palmeiras (o líder). Termos o segundo jogo na Vila é o nosso grande objetivo do momento (o primeiro colocado do grupo tem a vantagem de decidir em casa) – completou Ferraz.

Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Santos