Publicada em 24/03/2017, às 07:59

Desfalques e dúvidas: os desafios do São Paulo de Ceni para o clássico

Selecionáveis fora, falta de peças na lateral direita, 12 jogos sofrendo gols... Tricolor tem obstáculos a superar para encarar o Corinthians no domingo, no Morumbi

Rogério Ceni, técnico do São Paulo, terá trabalho nos treinos (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

De sensação no início da temporada, o São Paulo de Rogério Ceni agora já é questionado. O time não vence há quatro jogos, o ataque, que vinha encantando, diminuiu sua eficiência, enquanto a defesa segue decepcionando.

Para tornar o momento ainda mais delicado, a equipe terá o clássico no domingo, contra o Corinthians, no estádio do Morumbi. É a chance da recuperação, mas também há uma pressão extra para todos no clube.

Rogério Ceni acumula problemas para o Majestoso. A ideia era chegar neste jogo classificado para as quartas de final do Paulistão para que algumas peças fossem poupadas pelo desgaste físico. Mas a necessidade de vencer fará com o que o treinador mude seus planos e mande a campo o que tem de melhor.

Leia Mais
- Ceni fala em diminuir elenco do São Paulo para 29 jogadores, e base pode perder espaço
- Ceni vai atrás de novas alternativas e põe jogo contra Cruzeiro como exemplo
- Ceni fala em criar novas alternativas e diz que reforço agora só de peso
- Após eliminações, São Paulo leva jogos como exemplos para temporada
- Leia mais notícias sobre São Paulo em www.futnet.com.br/saopaulo

O excesso de desfalques atrapalha. Por isso, o técnico vai fechar os treinos de sexta e sábado para trabalhar com total privacidade com o elenco.

+ São Paulo anuncia lateral Edimar por empréstimo até o fim da temporada

Abaixo, o GloboEsporte.com lista todos os problemas que o técnico tem para o clássico deste domingo:

Excesso de desfalques

Contra o Botafogo, em Ribeirão Preto, no meio de semana, o treinador não pôde contar com oito peças do seu elenco, dos quais sete titulares. Para o Majestoso, a situação não muda muito. Buffarini, Pratto e Cueva estão nas seleções de Argentina e do Peru.

Rodrigo Caio segue no Reffis por causa de lesão no joelho esquerdo e é dúvida. Wesley ainda aprimora a forma física após se recuperar de uma lesão no joelho direito e não treinou com o grupo no campo. Sidão segue impedido de jogar por causa de uma lombalgia. Maicon, recuperado e que treinou nos últimos dias normalmente, e Cícero, desfalque no último jogo com torcicolo, podem voltar.

Vazado em 12 jogos seguidos

Jogo após jogo Rogério Ceni não consegue arrumar a defesa do São Paulo, que tem o segundo pior rendimento do estadual. São 19 gols sofridos no Paulistão e 12 jogos seguidos sofrendo bolas na rede. O treinador testou nove duplas de zaga diferentes e mudou o volante que faz a proteção na frente da zaga. Não dá certo. O time tem sérios problemas na recomposição defensiva, principalmente no meio de campo. Contra o Botafogo de Ribeirão Preto, por exemplo, o contra-ataque que originou o gol do rival surgiu após jogada do meia Vitinho, que arrancou pelo meio sem que ninguém o parasse.

Quem joga na lateral-direita?

Um dos maiores problemas está na lateral-direita. Buffarini está na seleção argentina, enquanto Bruno sofreu uma lesão no tornozelo direito e ficará por algum tempo fora. Sem ter outro atleta da posição, o treinador será obrigado a improvisar.

Wellington, Thiago Mendes ou Wesley, caso se recupere a tempo, são opções. Contra o Botafogo, o volante Araruna foi colocado na posição, mas isso fez com o que o meio-campo perdesse força de marcação. Outra alternativa seria mudar o esquema tático, colocando mais um zagueiro. Essa formação foi testada na pré-temporada dos Estados Unidos, mas ainda não foi utilizada na temporada.

Quem substituirá Cueva?

Sem o camisa 10, que participou de 13 dos 32 gols da equipe na temporada, o técnico Rogério Ceni terá de mudar o estilo de jogo da equipe. Contra o Botafogo, ele optou por uma formação com três volantes, dois atacantes abertos pelas pontas e um homem de referência. No primeiro tempo, ela funcionou bem. No segundo, não. O que ele poderá fazer? Escalar Lucas Fernandes ou Shaylon desde o início? Colocar dois centroavantes? Adiantar Thiago Mendes? A resposta virá apenas nos vestiários do Morumbi.

Quem jogará no gol?

Sidão segue no departamento médico por causa de uma lombalgia. Quem será o titular no Majestoso? Renan Ribeiro, que atuou nos últimos dois jogos e teve boas atuações, ou Denis, que falhou contra o Palmeiras e está marcado pela torcida? A tendência é que o primeiro continue como titular e dispute seu primeiro clássico com a camisa tricolor.

Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - São Paulo