Publicada em 23/03/2017, às 14:29

Modesto explica atrasos no Santos e cogita mata-mata no Pacaembu

Presidente diz que há um acordo para pagar a dívida e relata as dificuldades para mandar jogos do Peixe na capital paulista

Modesto Roma diz que está arrumando a situação financeira do Santos (Foto: Bruno Giufrida)

Modesto Roma explicou o atraso no pagamento de direitos de imagem do elenco e também a premiação pela conquista da vaga na Libertadores, ainda no ano passado. O presidente disse que o caixa do Santos sempre é apertado.

Com o patrocínio master da Caixa acertado, o Peixe promete quitar a dívida nos próximos dias. Há um acordo feito com o elenco para o pagamento do prêmio.

– É lógico que o caixa é sempre apertado. Nós pegamos o clube há algum tempo com bastante dificuldade. Estamos arrumando a casa. Temos que respeitar essas dificuldades, mas está tudo equacionado. A gente entende bem essas coisas como são – disse o presidente em entrevista à Rádio Globo.

Leia Mais
- Volante Alison retorna de empréstimo ao RB Brasil e treina no Santos
- Dorival confirma Santos titular e vê chance de Matheus ganhar vaga
- Zagueiro passa por nova cirurgia, mas mantém prazo de volta ao Peixe
- Presidente do Paysandu exalta duelo com o Santos, e confessa 'torcida' em sorteio de mando
- Leia mais notícias sobre Santos em www.futnet.com.br/santos

Modesto ainda falou sobre as dificuldades para mandar jogos do Alvinegro no Pacaembu. Se avançar no Campeonato Paulista, o clube cogita transferir o mata-mata das quartas de final para a capital paulista.

– É difícil (conseguir datas). A Polícia Militar só quer um jogo por dia na capital. É difícil jogar no Pacaembu. Na quarta-feira que vem teremos reunião dos presidentes de clubes e da Federação com a polícia para analisar essas questões de torcida em São Paulo. Nós queremos fazer mais jogos em São Paulo – completou o mandatário.

Fonte: GloboEsporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Santos