Publicada em 20/03/2017, às 20:17

Lugano bota fé no São Paulo e não vê time dependente do peruano Cueva

Defensor uruguaio acredita que a equipe estará em boas condições para enfrentar os duelos decisivos do próximo mês pelo Campeonato Paulista e pela Copa do Brasil

Lugano deve ser titular da zaga do São Paulo na quarta-feira (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

Mesmo líder do Grupo B no Campeonato Paulista e classificado para a quarta fase da Copa do Brasil, o São Paulo ainda dá algumas derrapadas nesta temporada. Mesmo assim, Lugano vê a equipe em boas condições para enfrentar as decisões que terá pela frente no mês que vem.

– Acho que o São Paulo vai competir para ser campeão de tudo o que disputar esse ano. Abril vai ser um mês muito interessante para nos medir. Deveríamos ter mais pontos no Paulista, mas estamos na frente. Temos de acabar na primeira posição e precisamos vencer. O primeiro jogo é quarta-feira: vamos enfrentar o Botafogo com toda convicção de sempre, para vencer – disse o zagueiro uruguaio sobre os mata-matas do Paulistão e os confrontos contra o Cruzeiro na Copa do Brasil.

Atleta mais experiente do elenco, Lugano falou sobre a ausência do meia Cueva, que está na seleção peruana e deve desfalcar a equipe nos próximos três jogos da temporada.

Leia Mais
- Elenco do São Paulo finaliza testes físicos e inicia treinos com bola
- Pratto comenta briga no Uruguai e cita Felipe Melo: 'Está em todas'
- Pratto admite toque na bola contra o Corinthians, mas critica arbitragem
- Fiel a trato com Ceni, Gilberto buscou psicóloga para brilhar no São Paulo
- Leia mais notícias sobre São Paulo em www.futnet.com.br/saopaulo

– Gosto muito do baixinho (Cueva), mas acho que o time não depende tanto assim dele, como a estatística marca. Na casualidade contra o Palmeiras, ele não jogou e fomos superados. Mas quem sabe se não teríamos perdido com ele também? Claro que muda a forma do time jogar, por não ter atletas com as mesmas características. O Lucas talvez, mas não está pronto para ser 10 – analisou.

O defensor ainda não conseguiu uma sequência de jogos como esperava, mas ele se diz bem fisicamente para ser utilizado quando o treinador precisar.

– Estou treinando há mais de um ano sem problemas físicas, com intensidade. Obviamente que estou preparado para jogar partidas consecutivas quando o treinador entender que é necessário. Qualquer jogador atuando a cada três dias a recuperação é muito individual, da fisiologia de cada um. Não é igual um atleta de 20 anos e outro de 35 36 anos. Há estudos – ressaltou.

Lugano acredita que a concorrência existente no elenco do São Paulo faz com que os atletas não se acomodem.

– A concorrência sempre é boa. Ter vários jogadores que ganham confiança. Obviamente tem os dois lados. Se sentir titular indiscutível dá confiança em qualquer posição, mas o fato de ter concorrência faz o grupo todo ganhar oportunidades e ritmo. Assim, têm desafio para cada dia crescer. Futebol não tem um livro com uma verdade – disse.

Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - São Paulo