Publicada em 20/03/2017, às 13:58

Cruzeiro perde Robinho e Henrique; exames constatam lesão na dupla

Meia fica de seis a oito semanas parado, enquanto tempo de recuperação do volante será de quatro a seis semanas. Ambos se machucaram no jogo de domingo

Robinho se machucou durante o jogo do Cruzeiro com o Tombense (Foto: Reprodução/TV Globo)

O Cruzeiro confirmou, no início da tarde desta segunda-feira, as lesões do meia Robinho e do volante Henrique. Os dois se machucaram durante o jogo com o Tombense, domingo, no Mineirão.

Robinho sofreu uma lesão grau três no músculo posterior da coxa direita, enquanto Henrique lesionou o músculo adutor da coxa esquerda, contusão de grau dois.

- O Robinho sentiu uma fisgada muito forte, em um lance de rebote. De imediato, pediu a substituição. Avaliamos naquele momento e o reavaliamos nesta segunda. Foi feito um exame de ressonância magnética que mostrou uma lesão de grau três na musculatura posterior. Uma lesão importante que requer um tratamento um pouco mais prolongado. Temos a previsão de cerca de seis a oito semanas para que ele retorne às atividades - explicou o médico Sérgio Freire.

Leia Mais
- Vice-artilheiro no ano, Ábila quer ajudar Raposa a melhorar finalização
- Invencibilidade 15 jogos não ilude Mano na primeira fase do Mineiro
- Mano minimiza baixo rendimento do ataque e contusões no Cruzeiro
- Com Ramón Ábila no ataque, Cruzeiro está pronto para encarar o Uberlândia
- Leia mais notícias sobre Cruzeiro em www.futnet.com.br/cruzeiro

Em relação a Henrique, o médico explicou que o volante reclamou, ao fim do jogo, de "uma dor em um movimento que ele fez, na região dos adutores da coxa esquerda. Também foi reavaliado e manteve-se um quadro de dor. Foi feita a ressonância magnética e constatou-se uma lesão menor que a do Robinho. Uma lesão grau dois, que também o tira de atividade pelo tempo de cicatrização, que leva em média de quatro a seis semanas.

Fonte: GloboEsporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Cruzeiro