Publicada em 20/03/2017, às 11:12

Ceni fará mistério, mas Renan Ribeiro deverá ser o goleiro contra o Botafogo

Elogiado por sua atuação contra o Ituano, camisa 30 tem tudo para começar jogando na quarta-feira, no estádio Santa Cruz. Time terá algumas mudanças na escalação

Renan Ribeiro foi o destaque da equipe no jogo contra o Ituano (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

O técnico Rogério Ceni fará mistério até a hora da partida, mas Renan Ribeiro deverá permanecer como titular da meta do São Paulo na quarta-feira, contra o Botafogo, em Ribeirão Preto, pela décima rodada da fase de classificação do Campeonato Paulista. O goleiro se destacou no empate por 1 a 1 com o Ituano, no último sábado, quando evitou a derrota no estádio do Morumbi com pelo menos três grandes defesas.

Ceni teria como opção promover a volta de Denis, que falhou no clássico contra o Palmeiras, mas teve boa atuação diante do ABC, em Natal. Mas a ideia é observar Renan em ação por mais 90 minutos. Com isso, o jogador terá a possibilidade de atuar diante dos seus familiares, já que nasceu no local da partida de quarta-feira. Denis, que continua sendo muito criticado pelos torcedores, seguirá como opção no banco.

Após o confronto diante do Botafogo, Ceni terá alguns dias para pensar quem será o goleiro no clássico de domingo, contra o Corinthians, no estádio do Morumbi. Sidão, o preferido do treinador, ainda se recupera de uma lombalgia. Se tudo der certo, poderá iniciar os trabalhos no campo, mas ainda sem condições de ser utilizado. Afinal, está parado desde o dia 6 de março.

Leia Mais
- São Paulo retoma liderança na média de público; Flamengo sobe no ranking
- São Paulo inscreverá reforço Thomaz no Paulista; Cueva preocupa
- São Paulo contrata Thomaz, meia que estava no Jorge Wilstermann
- Versátil e em alta com Ceni, Araruna é procurado pela diretoria para renovar
- Leia mais notícias sobre São Paulo em www.futnet.com.br/saopaulo

Além da questão do gol, Ceni tem outras dúvidas na equipe. Na zaga, Lugano deverá ganhar uma oportunidade, já que não atuou contra o Ituano e Maicon e Rodrigo Caio ainda não estão recuperados. No meio-campo, resta a dúvida de como o treinador vai montar o setor sem Cueva, que está na seleção peruana. O jogador que tem o estilo mais parecido com o camisa 10 é Lucas Fernandes. Outra alternativa seria repetir o que fez no clássico contra o Palmeiras e adiantar o posicionamento de Thiago Mendes.

No ataque, mais um desfalque de peso: Lucas Pratto, que está na seleção argentina. Rogério Ceni tem Gilberto e Chavez como alternativas e deverá utilizar o primeiro, que vive bom momento e é o vice-artilheiro da equipe no ano, com seis gols, atrás apenas de Cueva, que fez um a mais.

Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - São Paulo