Publicada em 19/03/2017, às 19:24

Cruzeiro e Tombense ficam no 1 a 1 em jogo pobre tecnicamente no Mineirão

Resultado foi melhor para o time do interior, que jogou fechadinho no Mineirão

Alisson; Cruzeiro; Tombense (Foto: Juliana Flister/Light Press)

Um jogo lento e fraco tecnicamente. Foi o que Cruzeiro e Tombense fizeram na tarde deste domingo, no Mineirão. O empate por 1 a 1, gols de Arrascaeta e Alex Gonçalves, foi melhor para o time do interior, que foi a Belo Horizonte para isso. O Cruzeiro lamenta agora não depender só de suas forças para terminar a primeira fase do Campeonato Mineiro na liderança. Com 20 pontos, é o vice-líder, quatro pontos atrás do rival Atlético-MG. O Tombense, com 11 pontos, é o sétimo colocado.

Na próxima rodada, a nona, o Tombense joga sábado, dia 25, e o Cruzeiro segunda, dia 27. O time de Tombos recebe o América TO, às 16h (de Brasília). O da capital visita o Uberlândia, às 20h. Antes, porém, o Cruzeiro tem compromisso pela Primeira Liga. Terça-feira, dia 21, às 19h, encara o Joinville, em Santa Catarina.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



O jogo

Cruzeiro e Tombense não fizeram um bom primeiro tempo. O jogo ficou muito amarrado entre as duas intermediárias. O visitante veio com a nítida intenção de empatar e tinha os 10 jogadores atrás da linha da bola quando era atacado. Assim assim, o Cruzeiro conseguiu brechas para chegar ao ataque. Até que, aos 30 minutos, Ariel Cabral lançou Arrascaeta na área. O uruguaio ajeitou e soltou a bomba para abrir o placar. Antes do intervalo, Rafinha fez mais um, mas o árbitro anulou, alegando impedimento.

O segundo tempo começou e, com menos de um minuto de bola rolando, saiu o empate do Tombense. Alex Gonçalves foi lançado na área e bateu forte pra deixar tudo igual no placar. Como o resultado não interessava, o Cruzeiro partiu pra cima, fazendo uma pressão terrível no Tombense, que levava perigo nos contra-ataques. O jogo, no entanto, ficou mesmo empatado por 1 a 1.



Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte