Publicada em 17/03/2017, às 16:53

Dorival vibra com evolução de Lucas Lima: "Dará muitas alegrias ao Santos"

Treinador comemora bom desempenho do meia contra o The Strongest e lembra que o Peixe sofreu no início de temporada com o grande número de jogadores lesionados

Ricardo Oliveira comemora com Lucas Lima o gol feito contra o The Strongest ( Ivan Storti/ Santos)

Questionado pelos torcedores do Santos após a derrota para o São Paulo, na terceira rodada do Campeonato Paulista, Lucas Lima teve um início de temporada complicado, com um estiramento no ligamento colateral lateral do joelho esquerdo, no clássico paulista, lesão que o tirou a oportunidade de ser convocado por Tite para as partidas contra Paraguai e Uruguai. Mesmo com a pressão da arquibancada, o técnico Dorival Júnior fez questão de dizer que jamais deixou de acreditar no seu jogador e comemorou o bom desempenho diante do The Strongest.

Em entrevista ao "Seleção SporTV", Dorival lembrou que o meia permaneceu em campo contra o São Paulo, mesmo lesionado. De acordo com o treinador, Lucas Limas está se preparando para fazer uma grande temporada e dar muitas alegrias aos torcedores do Santos.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



- Eu acho que o Lucas está voltando a viver um grande momento. Eu não tenho dúvida que esse será um grande ano para ele e se preparou demais para esse momento. Ele já iniciou muito bem essa competição, mas infelizmente teve uma lesão no início da partida contra o São Paulo. Mesmo assim, ele foi muito guerreiro de permanecer e querer ficar em campo, tentando melhor ali mesmo. Depois nós fomos saber que ele estava com uma lesão um pouco mais séria, no dia seguinte. Mas ele está muito focado e eu não tenho dúvida de que, quando o Lucas vive um momento como esse, ele consegue desenvolver a sua melhor condição, dentro de uma capacidade que é única no futebol brasileiro. Eu o valorizo muito. Ele é um excepcional jogador e que dará muitas alegrias ao Santos.

Dorival Júnior disse que o Santos não conseguiu repetir o futebol vistoso da temporada passada pelo grande número de jogadores no departamento médico neste início de temporada. Apesar de estar confiante de que o Peixe continuará sendo uma equipe ofensiva, o treinador afirmou que neste momento é preciso recuperar o seu elenco fisicamente.

- Desde a nossa apresentação, o Ricardo Oliveira precisou ficar afastado dos treinamentos. A partir daí, nós tivemos uma sequência de problemas com jogadores como Renato, Braz e Donizete. Depois, um pouco antes da estreia, com o Vanderlei e Lucas Limas. Enfim, no ano passado, nós tivemos apenas o Vitor Bueno no departamento médico, no fim da temporada. Neste ano, entre janeiro e fevereiro, nós ficamos com nove jogadores que vinham sendo titulares da equipe no departamento médico. Isso acabou nos tirando uma possibilidade de uma preparação adequada. Além disso, precisamos usar os jogadores contratados o mais rápido possível, sem que eles pudessem se adaptar ao clube. Isso acabou prejudicando o desempenho da equipe de um modo geral. Agora aos poucos a equipe vai se recompondo novamente. Estamos em um processo para conseguir colocar aspectos novos na equipe, mas primeiro precisamos nos recuperar plenamente.





Sobre o desempenho do Peixe contra o time boliviano, Noriega viu o Peixe com dificuldade até o primeiro gol, apesar de ter o controle da partida. Na segunda etapa, o jornalista afirmou que o Santos jogou a maior parte do tempo no campo do adversário e poderia até terminado com um placar mais elástico.

- O Santos teve dificuldade no primeiro tempo, embora controlasse o jogo. Mas a marcação do Strongest foi muito forte. Não é um time bobo. O que o Santos não tinha conseguido fazer até o momento do gol, em uma falta sofrida pelo Lucas Lima, que foi o melhor jogador da partida, foi criar algo diferente (...). No segundo tempo, com mais um jogador me campo, o Santos jogou no campo de defesa do Strongest. Com 20 minutos da etapa final, poderia ter feito 3 a 0. Perdeu muitos gols.

O Santos é o líder do Grupo 2 da Libertadores, com quatro pontos – uma vitória e o empate com o Sporting Cristal na estreia. O Santa Fe, que bateu o Cristal em casa por 3 a 0, é o segundo colocado, com três pontos. O Strongest tem a mesma pontuação dos colombianos. Os peruanos são os lanternas, com um ponto.

Fonte: SporTV
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Santos