Publicada em 17/03/2017, às 08:56

Com excelente média, defesa do Cruzeiro é alicerce para boa fase

Time só sofreu sete gols em 14 jogos, e deixou o campo ser ser vazado oito vezes

Rafael é um dos responsáveis pela grande fase da defesa do Cruzeiro (Foto: Anderson Stevens/Light Press)

O quarteto ofensivo do Cruzeiro vem sendo muito elogiado este ano, não só pelos números, mas pelas boas atuações e pelas jogadas de efeito. Realmente, Arrascaeta, Robinho, Thiago Neves e Rafael Sobis estão fazendo por onde receber os elogios, mas um outro setor do time também é responsável pela invencibilidade cruzeirense na temporada. A defesa azul só sofreu sete gols em 14 partidas em 2017, o que representa média de apenas 0,5 por jogo.

O Cruzeiro não foi vazado nos últimos quatro compromissos que teve. Passou em branco nas duas partidas contra o Murici, pela Copa do Brasil, e diante de América TO e América-MG, pelo Campeonato Mineiro. Em outros quatro jogos também não foi vazado. Contra Atlético-MG e Chapecoense, pela Primeira Liga, contra o São Francisco-PA, pela Copa do Brasil, e contra o Tupi-MG, pelo Estadual. Ou seja, em oito das 14 partidas do ano, Rafael não sofreu gol.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



O goleiro é um dos grandes destaques do Cruzeiro no ano. Rafael assumiu a equipe ano passado, após a contusão do titular absoluto e capitão Fábio. O prata da casa não somente deu conta do recado como superou todas as expectativas, ao transmitir segurança ao time, defender pênaltis e fazer grandes defesas. Tanto que hoje o grande dilema para a torcida é se Fábio - já recuperado da lesão no joelho - deve voltar ao time ou não.

Os zagueiros Léo, Manoel e Caicedo, que vêm se revezando no time titular, estão vivendo excelente momento. Os dois primeiros, que já estão no clube há mais tempo, tem um entrosamento natural. O equatoriano, que chegou recentemente, não sentiu a fase de adaptação. Kunty parece jogar no futebol brasileiro há tempos, tamanha a desenvoltura mostrada em campo.

Ezequiel e Diogo Barbosa também estão em grande fase. Os dois laterais cumprem as obrigações defensivas e ainda conseguem chegar bem ao ataque. Assim como os volantes Henrique e Ariel Cabral, que talvez vivam as melhores fases da carreira. Isso sem falara na dedicação dos meias e atacantes, que também contribuem com a marcação. Por todos estes fatores, o Cruzeiro se vangloria de ter a maior invencibilidade entre todos os clubes da Série A e de ser o único que ainda não perdeu em 2017.





Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Cruzeiro