Publicada em 16/03/2017, às 10:10

Com técnicos questionados, Vitória e Vasco decidem vida na Copa do Brasil

Embora com campanhas distintas neste início de temporada, Argel Fucks e Cristóvão Borges sofrem com críticas da torcida; equipes se enfrentam às 19h30, no Barradão

Vitória e Vasco empataram duelo de ida em 1 a 1 (Foto: Futura Press)

Adversários na noite desta quinta-feira, Vitória e Vasco se enfrentam por uma vaga na próxima fase da Copa do Brasil e também por um pouco mais de confiança para os seus treinadores. Embora com campanhas distintas neste início de temporada, Argel Fucks e Cristóvão Borges sofrem do mesmo mal. Questionados por suas torcidas, os técnicos são o principal alvo de vaias durante os jogos das equipes. Às 19h30 (horário de Brasília), no Barradão, os dois travam o segundo e decisivo duelo que deve dar calmaria para um e, consequentemente, aumentar a pressão sobre o outro.

Pelos números e resultados obtidos com o Vitória em 2017, as críticas sobre o trabalho de Argel parecem até sem sentido. Em 14 jogos disputados na temporada, o Leão venceu 11, empatou 2 e perdeu apenas um. A equipe lidera o Campeonato Baiano, está em segundo lugar no seu grupo na Copa do Nordeste, mas com classificação bem encaminhada para as oitavas de final da competição, e chegou sem sustos à terceira fase da Copa do Brasil.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



Contudo, o que pesa sobre Argel Fucks são as exibições da equipe. Mesmo depois de se reforçar com 16 jogadores para esta temporada, com nomes como Dátolo, Cleiton Xavier, Fred, Patric, Gabriel Xavier, Paulinho e André Lima, a equipe rubro-negra tem sofrido para vencer adversários frágeis e de pouca tradição. Diante das críticas, o treinador adotou como prática modificar o time titular e tem procurado dar oportunidades a todo o grupo.

Para o jogo desta quinta, embora Argel Fucks tenha fechado para a imprensa o último treino antes do confronto, a assessoria de comunicação não fez mistério e revelou a equipe que vai a campo logo mais. A principal novidade no time titular é a entrada do lateral-esquerdo Geferson no lugar do suspenso Euller. O time titular do Leão vai ter: Fernando Miguel; Patric, Kanu, Alan Costa e Geferson; Willian Farias, José Welison, Gabriel Xavier e Cleiton Xavier; David e Kieza.

No jogo de ida, em São Januário, Cristóvão teve seu pior momento até agora no ano. A torcida se voltou contra o treinador o hostilizou, pedindo sua saída. O empate com o Macaé por 2 a 2, no último domingo, não melhorou seu moral com os cruz-maltinos. Apesar do clima de incerteza, o discurso é de que o treinador não corre o risco de demissão mesmo se for eliminado nesta quinta. Pesa a seu favor o pouco tempo no comando e o fato de alguns reforços ainda terem estreado há pouco tempo, como o caso de Luis Fabiano. O Fabuloso, inclusive, é a grande esperança de o time melhorar a pontaria e fazer o gol que tanto precisa.



Para Argel, a tarefa desta noite aparenta ser mais simples. Jogando no Barradão, onde venceu todos os sete jogos disputados em 2017, o time precisa de apenas um empate sem gols ou um triunfo simples para avançar. Para os cariocas, restam os empates a partir de 2 a 2 ou qualquer vitória. Novo 1 a 1 leva a disputa para os pênaltis.

O JOGO

Vitória x Vasco, jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil
Local: Barradão, Salvador;
Horário: 19h30 (de Brasília);
Provável escalação do Vitória: Fernando Miguel; Patric, Kanu, Alan Costa e Geferson; Willian Farias, José Welison, Gabriel Xavier e Cleiton Xavier; David e Kieza;
Desfalques do Vitória: Euller está suspenso. Dátolo se recupera de lesão, assim como Leonardo Pisculichi.
Pendurados do Vitória: Geferson
Provável escalação do Vasco: Martín Silva, Gilberto, Rafael Marques, Rodrigo e Henrique; Jean, Douglas, Andrezinho (Bruno Gallo), Nenê e Kelvin; Luis Fabiano.
Desfalques do Vasco: Luan e Wagner estão vetados pelo departamento médico; Marcelo Mattos está em processo de recondicionamento físico.
Arbitragem: Dewson Fernando Freitas da Silva apita a partida, auxiliado por Helcio Araújo Neves e Heronildo S. Freitas da Silva. O trio é do Pará.

Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte