Publicada em 16/03/2017, às 23:16

Carille explica afastamento de Cristian e lamenta críticas: "Foi muito infeliz"

Técnico participa de decisão e comunica à diretoria que ausência de volante não traria prejuízo técnico ao Corinthians. Jogador foi afastado depois de entrevistas polêmicas

Carille diz que participou de decisão de afastar o volante Cristian na quarta (Foto: Marcos Ribolli)

Um dia depois do afastamento de Cristian no Corinthians, o técnico Fábio Carille confirmou que participou e deu seu aval à decisão da diretoria. Fora dos planos do Timão em 2017, o volante vai treinar em horários alternativos no CT Joaquim Grava.

Em entrevista após o empate por 1 a 1 com o Luverdense, nesta quinta-feira, na arena, Carille disse que não se sentiu desrespeitado pelo jogador, que fez críticas ao modo como foi tratado depois que não foi inscrito no Campeonato Paulista. Mesmo assim, o técnico deu seu recado.

– Não me sinto exposto, estou muito tranquilo em cima de tudo o que aconteceu no ano. Fui muito claro com todos, sou claro. Foi tratado da forma que tinha de ser. Ontem (quarta-feira), depois do almoço, chegaram as informações. Não leio nada, mas quis ler para saber o que tinha saído. A diretoria me procurou se teria algum problema técnico em afastá-lo – contou Carille.

Leia Mais
- Troca de Marlone por Clayton pode ser boa para todos, diz Raphael Rezende
- Corinthians x Red Bull prováveis times, desfalques, onde ver e palpites
- Corinthians negocia renovação com a Caixa e encaminha novo patrocínio
- Maycon comemora espaço à base no Timão: "Estamos sabendo aproveitar"
- Leia mais notícias sobre Corinthians em www.futnet.com.br/corinthians

Pouco depois, o técnico reforçou sua decisão:

– Pensamos, discutimos, e eu falei que não tinha problema. Estou muito satisfeito com Gabriel, Paulo Roberto, Warian está pedindo espaço, e Mantuan foi um dos destaques da Copinha. Vai ter oportunidade no Brasileiro. A diretoria e os jogadores sabem minha forma de lidar, chamo todos para conversar o tempo todo. Foi muito infeliz a colocação dele.

Em nota, Cristian admitiu não ter rendido como o esperado nesta sua segunda passagem pelo clube, culpando as lesões por isso, mas ressaltou que gostaria de ter sido comunicado antes pela diretoria e pela comissão técnica de que não seria aproveitado no time.

Fora da lista de inscritos no Paulistão, ele vinha treinando com o elenco, mas acabou sendo afastado de vez por conta da entrevista que concedeu ao diário Lance!, na qual reclama não ter tido respaldo da diretoria quando teve sua aliança furtada da concentração da equipe nos Estados Unidos, durante a pré-temporada em janeiro.

Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Corinthians