Publicada em 16/03/2017, às 10:23

Alô, Quinteros! Sornoza dá recado em campo e ainda espera pela seleção

Em pré-lista aos dois próximos jogos do Equador nas eliminatórias para a Copa, meia nega frustração e promete manter boa fase no Flu para poder defender seu país

Sornoza comemora gol marcado com Richarlison e Wellington (Foto: Futura Press)

A expectativa não confirmada de voltar a defender a seleção do Equador não abateu Sornoza. No primeiro jogo pelo Fluminense após sobrar da relação final do treinador Gustavo Quinteros, o meia manteve o bom futebol que o elevou a xodó da torcida tricolor. Fez um gol na vitória por 3 a 2 sobre o Criciúma, quarta-feira, no Giulite Coutinho, e teve protagonismo na classificação à quarta fase da Copa do Brasil. A resposta em campo, aliás, é a receita dele para ser lembrado a defender seu país nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

Sornoza, na comemoração, aliás, fez um gesto com a mão direita imitando uma ligação telefônica. Pareceu ter mandado um recado de que estava aguardando ser chamado aos confrontos com Paraguai, dia 23, em Assunção, e Colômbia, dia 28, em Quito. Que nada. Ele alegou ter sido uma homenagem à família.

- Foi nada demais. Quis apenas dedicar o gol à minha família. Falo com eles todos os dias, então, foi para homenageá-los. Era como se eu estivesse falando com eles, entende? Não tem nada a ver com a seleção, não. Meus familiares sentem muito a minha falta, só isso. Eu espero continuar trabalhando da melhor maneira possível no Fluminense para receber chances na seleção no futuro. Está tudo bem, tranquilo - comentou o camisa 20, três gols e quatro assistências em 11 partidas.

Leia Mais
- Do interior ao bairro Tanque: estrela de clássicos, Richarlison vive sonho no Flu
- Clássico entre Botafogo e Fluminense teve o maior prejuízo do Carioca 2017
- Renato Chaves desabafa após gol em virada: "Ninguém está de sacanagem"
- PM prende 31 membros de organizada referente ao Flu após clássico
- Leia mais notícias sobre Fluminense em www.futnet.com.br/fluminense

Morando no Rio desde janeiro, Sornoza voltará a ter a companhia da família em abril. É a previsão de quando a esposa Liceth e os filhos Mathías e Dulce Maria se mudam ao Brasil. Até lá, o atleta poderá ter defendido o Equador.

No início de março, o Fluminense recebeu um documento da Federação Equatoriana de Futebol informando que Sornoza estava convocado para os dois jogos (mesmo que confirmou o chamamento de Orejuela). A ausência do camisa 20 na lista final divulgada na segunda-feira chamou a atenção. Nem Sornoza entendeu. Porém, a federação alega que o meia está em uma "lista de selecionáveis" e pode ser chamado a qualquer momento. Daí a esperança de participar do jogo do dia 28, contra a Colômbia, em Quito.

Sornoza foi convocado pela última vez em 2014 - participou dos times sub-15, sub-17 e sub-20 do Equador. Orejuela é titular da seleção, atual terceira colocada na América do Sul, desde o ano passado e tem de se apresentar na próxima segunda-feira.

Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Fluminense