Publicada em 15/03/2017, às 09:40

Jogo coletivo e volante artilheiro: o que esperar do The Strongest na Vila

Santos se prepara para encarar "pedreira" contra os bolivianos nesta quinta-feira, às 21h45 (de Brasília), na Vila Belmiro, pela segunda rodada da Libertadores

Alejandro Chumacero é o principal jogador do The Strongest (Foto: Juan Karita/AP)

Por muitos anos, o The Strongest ficou conhecido pela força apenas na altitude de La Paz. Ao nível do mar, era presa fácil.

Mas as coisas mudaram, e o Santos espera uma pedreira nesta quinta-feira, às 21h45 (de Brasília), na Vila Belmiro, pela segunda rodada da Libertadores.

Os bolivianos são os destaques da competição até aqui. Contando a fase prévia da Libertadores e a estreia, são quatro vitórias e um empate, com 14 gols marcados e só um sofrido – 2 a 0 e 4 a 0 contra o Montevideo Wanderers, 1 a 1 e 4 a 0 diante do Unión Española e 2 a 0 ante o Santa Fe.

Leia Mais
- Vitor Bueno faz gol, chora e comemora atuação após críticas: "Fui contestado"
- Análise: sob a batuta de Lucas Lima, Santos cumpre missão e vira líder
- Santos acorda no 2º tempo, vence São Bento e assume a ponta do Grupo D
- Modesto justifica atrasos de pagamento no Peixe: 'Caixa apertado'
- Leia mais notícias sobre Santos em www.futnet.com.br/santos

O ponto forte do Strongest está no jogo coletivo. Alguns jogadores estão no clube há mais de dez anos, e 11 atletas enfrentaram o Peixe em 2012: Vaca, Fernandez, Checa, Bejarano, Veizaga, Wayar, Quiroga, Soliz, Ramallo Chumacero e Pablo Escobar.

– Strongest é um grande time, que sempre esteve em copas internacionais nos últimos anos, tem um grande jogador como Chumacero, de Seleção, vem jogando bem, fazendo gols. Temos que ter atenção e nos preparar bem. Sabendo que na Vila Belmiro não se pode perder pontos – disse Vladimir Hernández em entrevista coletiva no CT Rei Pelé.

E com o entrosamento, as individualidades aparecem. A principal delas é a de Alejandro Chumacero. O meio-campista de 25 anos é o artilheiro da Libertadores até aqui, com seis gols em cinco partidas. O boliviano marca bem e aparece com facilidade na área adversária. Ganhou o apelido de "Chumasteiger", em alusão ao alemão Schweinsteiger.

Outro bem conhecido é Pablo Escobar. O atacante de 38 anos tem mais de 100 gols pelo The Strongest. No Brasil, passou por equipes como Ipatinga, Santo André e Ponte Preta.

Semelhanças com o Santos

O The Strongest do técnico César Farías tem jeito de jogar similar ao Santos de Dorival Júnior. A equipe aurinegra gosta de ter a bola nos pés, tem volantes que saem para o jogo – Veizaga e Chumacero –, e utiliza muito os lados do campo.

A principal deficiência é algo que também dá dor de cabeça nos torcedores do Peixe: a bola parada defensiva. Os zagueiros Maldonado e Marteli têm 1,84 e 1,80m de altura, respectivamente. O Alvinegro deve apostar nos cruzamentos para David Braz, Cleber (ou Lucas Veríssimo), Copete e Ricardo Oliveira.

A comissão técnica santista tem estudado o The Strongest, e o elenco vai assistir a vídeos com pontos fortes e fracos do adversário. Se vencer na Vila, o Santos assume a liderança do Grupo 2 da Libertadores.

Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Santos