Publicada em 15/03/2017, às 09:38

Barça recebeu autorização do Grêmio para treinos de Manu e nega interesse

Clube gaúcho enviou documento para que garoto treinasse no Barcelona entre 23 de janeiro e 10 de fevereiro. Catalães garantem que nunca se interessaram pelo menino

Documento enviado pelo Grêmio ao Barça autorizava treinos de Manu na Espanha nas férias (Foto: GloboEsporte.com)

O Barcelona ficou bastante incomodado com a acusação de aliciamento feita pelo Grêmio em relação ao menino Emanuel Ferreira, o Manu. Os espanhóis têm em mãos um documento enviado pelos gaúchos autorizando um período de treinos de Manu em suas dependências entre 23 de janeiro e 10 de fevereiro deste ano - época de férias escolares -, ao qual o GloboEsporte.com teve acesso.

O papel foi assinado por Carlos Alberto Silva Nascimento, diretor geral da Escola do Grêmio, onde o menino estava havia mais de dois anos. Segundo fontes próximas ao Barça, o envio dessa autorização foi uma exigência do próprio clube catalão, que ficou mais rigoroso e atento a essas questões depois de ter sido punido pela Fifa em 2014 justamente por problemas na contratação de menores de idade - o castigo foi ficar um ano sem poder contratar novos jogadores.

O pedido para que Manu fosse treinar no Barcelona partiu do ex-jogador (tetracampeão em 1994) e atualmente empresário Mazinho, pai de Rafinha e Thiago Alcântara. No entanto, o Barça garante que Manu treinou por lá somente durante o período combinado e nunca teve interesse em contratá-lo.

Leia Mais
- Renato admite problemas em empate, mas projeta evolução na "hora H"
- "Empatite" crônica vira problema e trava evolução do Grêmio no Gauchão
- Léo Moura marca e Grêmio empata com o Novo Hamburgo
- Após "esquecer" 1º tempo em empate, Thyere cobra "pegada" contra o líder
- Leia mais notícias sobre Grêmio em www.futnet.com.br/gremio

O documento diz também que o coordenador técnico da Escola de Futebol do Grêmio, William Mikhailenko, foi designado por Carlos Alberto para se manter por dentro das atividades de Manu em Barcelona.

A versão do Grêmio é de que Manu não se reapresentou no CT do Cristal, local onde a Escola do Grêmio realiza seu trabalho com as crianças, e vestirá as cores do Barcelona - estará por dois anos em uma escolinha ligado ao clube e depois passará a treinar nas categorias de base. Ainda segundo o clube, o pai do menino, que ganhou um emprego de segurança do clube, pediu demissão nos últimos dias. Foi o que disse o diretor jurídico do Tricolor Gaúcho, Nestor Hein.

- Ele (Manu) tem relação federativa com o Grêmio, mas foi aliciado pelo Barcelona. Levaram ele para Barcelona e não voltou. O pai se demitiu aqui. O Barcelona já fez isso outras vezes e já foi punido. Ele vai ficar dois anos em uma escolinha e depois se vincula ao clube - acusou Nestor, em matéria publicada nessa terça pelo GloboEsporte.com.

Ou seja, o Grêmio afirma que houve aliciamento por parte do Barça e angaria documentos com a promessa de recorrer à Fifa entre quinta e sexta-feira. Clique aqui e conheça mais de Manu.

Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Grêmio