Publicada em 14/03/2017, às 11:34

Longuine rebate críticas e explica "fico" no Santos após propostas

À espera da renovação, meia vive bom momento no Peixe e é um dos nomes de confiança de Dorival Júnior. Ele teve algumas ofertas oficiais do Brasil e de fora

Sem jogar o colete: Rafael Longuine ficou no Santos por vontade própria (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Rafael Longuine vive boa fase no Santos. O meia não é titular, mas tem sido aproveitado frequentemente pelo técnico Dorival Júnior e foi um dos destaques na goleada por 4 a 1 sobre o São Bernardo, no domingo, pelo Paulistão.

Nome de confiança da comissão técnica, o meia deve renovar o contrato com o Peixe, que se encerra em maio. Mesmo assim, vive sob a desconfiança de parte da torcida.

O camisa 17 gosta de acompanhar as redes sociais e algumas críticas mais pesadas chegam ao seu conhecimento, mas ele garante que lida bem com elas.

Leia Mais
- A pedido de torcedores, Santos Store abre nova franquia na Zona Leste
- Santos deve voltar a ter esquema com um zagueiro contra o Novorizontino
- Por ritmo de jogo, Vanderlei pede para jogar "saideira" contra o Novorizontino
- Santos poupa titulares do jogo contra o Novorizontino; veja os relacionados
- Leia mais notícias sobre Santos em www.futnet.com.br/santos

– Eu gosto (de redes sociais) e acompanho até certo ponto, outras coisas não me interessam. Algumas coisas chegam até mim, acabam mandando, mas eu procuro absorver as críticas e ficar tranquilo porque sei do meu potencial. Sei o que me fez chegar no Santos e não é à toa que estou aqui. Isso só me faz crescer e trabalhar forte – disse Rafael Longuine ao GloboEsporte.com.

Mesmo sem nunca ter emplacado uma sequência como titular do Peixe, Longuine recebeu algumas propostas oficiais no começo do ano, como Coritiba, Vitória e Sport, além do futebol asiático e Estados Unidos. A escolha foi permanecer.

– Teve realmente essas propostas, do Brasil e de fora, mas sempre quis ficar. Falaram muito de ser emprestado, moeda de troca... Eu realmente quis ficar. Decidi por isso. Não para dar a volta por cima, mas mostrar meu potencial, o que me fez chegar aqui e ser destaque e revelação do Paulista pelo Audax. Esse é meu desejo. Meu desejo a cada dia aumenta de me firmar cada vez mais, aos poucos, trabalhando forte, para ter sequência – explicou.

Rafael Longuine tem dois gols em quatro jogos pelo Alvinegro em 2017. No total, 40 partidas desde que foi contratado há dois anos.

Veja outros trechos da entrevista:

Renovação
– Santos já demonstrou interesse, houve uma conversa e estão para marcar uma nova reunião. Não sei o dia ainda. Espero que possa ser resolvido o mais rápido possível.

Santos como casa
– Vai fazer dois anos que estou aqui, pessoal me conhece, sabe do meu potencial, da minha qualidade. Sabe da minha postura também. Todos me conhecem. Esses últimos jogos eu entrei bem. Isso ajuda, mas de certa forma cada jogo é um jogo. Oportunidade tem que ser aproveitada.

Meia ou volante?
– Hoje eu estou adaptado às duas funções. Dorival tem essa característica, de treinar em mais de uma posição. Até zagueiro. E isso facilita. Quando chega no jogo, estamos prontos e conhecemos a função se precisar. Eu gosto de jogar tanto de segundo volante como de meia.

Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Santos