Publicada em 14/03/2017, às 11:22

Gata Fernández e Edílson: as novas armas para Renato no Grêmio

Recuperado, Edílson volta aos treinos. Gata Fernández também deve aparecer contra o Brasil-Pel

Foto: Lucas Uebel / Divulgação Grêmio / Divulgação Grêmio

Renato Portaluppi ganha o lateral direito Edílson e o meia Gata Fernández como alternativas para a partida contra o Brasil-Pel, nesta quarta-feira, no Bento Freitas, pelo Gauchão. Os dois se juntam ao centroavante Lucas Barrios como candidatos a uma vaga em uma equipe em fase de transformação.

Edílson não atua desde 7 de dezembro, data da decisão da Copa do Brasil. Pouco antes do final do ano, passou por artroscopia no joelho direito para livrar-se de dores que o atrapalharam durante quase toda a temporada. Os primeiros treinamentos do ano indicavam que o retorno aos jogos se daria já no começo do Gauchão, mas uma lesão na panturrilha direita, sofrida em jogo-treino contra o São Gabriel, provocou novo atraso.

Agora, na volta, Edílson enfrenta a forte concorrência de Léo Moura, cujo bom desempenho foi consolidado com o gol marcado contra o Zamora, em Barinas, na estreia do Grêmio na Libertadores.

Leia Mais
- Bolaños marca, Grêmio goleia e garante vaga nas quartas de final
- Renato inclui Grohe e Miller Bolaños na concentração para encarar o Ju
- Grêmio cogita volta antecipada de Bolaños após 3º amarelo pelo Equador
- Bolaños retorna ao Grêmio e pode ser usado por Renato neste sábado
- Leia mais notícias sobre Grêmio em www.futnet.com.br/gremio

Quem mais gera expectativa entre os torcedores é Gata Fernández. Confirmado como reforço dia 4, somente hoje irá conceder sua primeira entrevista coletiva. Também hoje o Grêmio tenta inscrevê-lo no Gauchão e, com isso, já incluí-lo na viagem a Pelotas, marcada para o início da tarde. Gata será uma das três alterações a que o clube tem direito até o dia 31 de março.

As qualidades do ex-meia da Universidad de Chile ficaram claras no treinamento de ontem, no CT Luiz Carvalho. Renato preservou os titulares e comandou um coletivo entre os reservas e a equipe de transição. Gata fez dois gols, um deles em um bonito chute após recuo de Fernandinho.

— Ele é um jogador dinâmico e inteligente. Faz a equipe jogar e chega na área — elogia Renato.

As chances de ingressar na equipe ficarão mais claras a partir do jogo contra o Novo Hamburgo, dia 22. Esta será a primeira das três partidas no Gauchão em que Renato não contará com Miller Bolaños. Convocado para a seleção equatoriana pelo técnico Gustavo Quinteros para os jogos contra Paraguai e Colômbia, dias 23 e 28 de março, pelas Eliminatórias da Copa de 2018, Bolaños também não irá enfrentar Juventude e São Paulo.

Os reforços dão a Renato a chance de testar novos modelos táticos, sobretudo para a Libertadores. Antes contestado, Pedro Rocha, que renovou contrato por dois anos sexta-feira, adquire prestígio junto ao técnico e não se vê ameaçado de perder a vaga.

— Me considero uma peça fundamental, até pelo papel tático. Ano passado tínhamos mais o Luan como falso nove, mas agora com o Barrios vamos trabalhar para nos adaptar a ter um centroavante mais fixo — comenta.

Fonte: Zero Hora
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Grêmio