Publicada em 14/03/2017, às 21:28

Emprestado ao Corinthians, Pablo não pensa no futuro: "Estou muito feliz"

Jogador está cedido pelo Bordeaux, da França, até o fim da temporada. Timão tem a prioridade na compra dos direitos econômicos

"Trabalhador", Pablo é o titular ao lado de Balbuena (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

Pablo precisou de apenas dez partidas para cair nas graças da torcida do Corinthians. Titular absoluto desde que foi contratado, o zagueiro curte o bom momento, mas prefere não pensar no futuro. Ele está emprestado ao Timão até o fim do ano pelo Bordeaux, da França, e ainda não sabe o que acontecerá depois disso.

– A única coisa que posso dizer é que estou muito feliz. Tive um 2016 horrível, duas lesões muito graves. Precisava jogar, e o Corinthians abriu as portas. Vim com a maior alegria do mundo, é um sonho realizado. No futuro não sei o que vai acontecer. O Corinthians tem a opção de compra e cabe a ele analisar – disse.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



No contrato com o clube francês, o Timão ficou com a prioridade para comprar os direitos econômicos de Pablo. Os valores não foram revelados. Com as boas atuações do defensor até o momento, a diretoria provavelmente tentará adquirir uma porcentagem.

Ao lado de Balbuena, Pablo forma uma das melhores duplas de zaga do país neste momento. O Corinthians sofreu apenas seis gols em 14 partidas. O setor defensivo é o grande destaque da equipe que tem a melhor campanha do Paulistão e está próxima da quarta fase da Copa do Brasil – enfrenta o Luverdense na quinta-feira, às 19h30 (de Brasília) em Itaquera.

Apesar dos elogios, Pablo prefere não se empolgar e tenta manter os pés no chão para continuar como titular do Timão.



– Eu sou um cara muito trabalhador. Penso que você tem de plantar as coisas para depois colher. Sou desse pensamento. Sou sempre o meu melhor. Isso vem com o tempo. Titular absoluto, não. Tem muita coisa, muitos jogos, muito trabalho. Vamos pensar assim que é melhor – disse.

Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte