Publicada em 13/03/2017, às 10:57

'Moleques' aproveitam chance e 'cascudos' ficam devendo outra vez

Wendel, Calazans e Pedro deixaram boas impressões diante do Boavista, enquanto Marquinho e Marcos Junior, já experientes, não tiveram bons rendimentos

Calazans deixou boa impressão diante do Boavista Divulgação

Sai da frente que a molecada está passando. Na vitória do Fluminense sobre o Boavista, por 2 a 0 na estreia da Taça Rio, vários reservas foram testados por Abel Braga, e o que pôde ser observado durante o jogo foram os jovens talentos, fabricados em Xerém, atropelando os jogadores mais experientes.

O meia Wendel, de 19 anos, fez sua primeira partida como titular do Tricolor. Elogiado demais por Abel pela performance nos treinos, o garoto mostrou qualidade na saída de bola. Não foi tão exigido na parte defensiva, já que o Boavista pouco atacou. Pedro, que entrou na segunda etapa, deu outra cara ao ataque tricolor e deu assistência para Renato assegurar a vitória.

Apoiador de origem, Calazans é uma das promessas de Xerém, mas vem sendo utilizado como lateral-esquerdo por Abel Braga. Apesar de ter tido problemas para marcar, cometendo algumas faltas desnecessárias, sobrou na hora de atacar. A "fome de bola" atrapalhou em certos momentos, mas Calazans foi uma boa opção ofensiva, inclusive iniciando a jogada do gol de Richarlison.

Após a vitória, Abel Braga deixou clara a satisfação com os jovens talentos:

Leia Mais
- Flu firma parceria com 99 e oferece desconto à torcida na ida aos jogos
- Abel Braga confirma Léo como titular e Wellington Silva entre os reservas
- Abad aponta erro de Pedro Antonio, diz que Flu está acima de todos e garante estádio
- Fluminense obtém laudos e voltará ao Giulite Coutinho contra a Chape
- Leia mais notícias sobre Fluminense em www.futnet.com.br/fluminense

- A garotada está dando orgulho. Você vê os mais novos, Wendel, Calazans, Nogueira... O Pedro e o Luiz Fernando entraram bem. Quando colocar um ou dois em uma situação mais importante, já estão mais do que habituados.

Por outro lado, jogadores mais experientes deixaram a desejar. Marquinho, que conta com a confiança do treinador e foi capitão no domingo, fez outra vez uma partida abaixo do que se espera. Desde que retornou ao clube em 2016, o meia ainda não conseguiu desenvolver seu futebol. O experiente Pierre não fez mais do que o papel defensivo e não entrará na disputa pela titularidade com Douglas e Orejuela.

Lucas Fernandes, de 22 anos mas com uma passagem de destaque pelo Atlético-PR, também não aproveitou a oportunidade entre os titulares. O apoiador, que costuma treinar pelo lado esquerdo do campo, não encontrou seu espaço diante do Boavista. Marcos Junior, com muito passes errados, também não teve boa atuação, mas é visto por Abel como o 12º jogador.

Fonte: Lancenet
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Fluminense