Publicada em 13/03/2017, às 16:36

Emerson Sheik tenta se reaproximar do Timão; diretoria descarta retorno

Atacante diz que gostaria de encerrar a carreira no Corinthians, mas comissão técnica e dirigentes não se mostram favoráveis. Clube ainda busca reforço para o setor

Emerson foi o herói do primeiro título do Corinthians na Taça Libertadores (Foto: Fred Gomes)

Sem clubes desde que deixou o Flamengo, no fim do ano passado, Emerson Sheik gostaria de voltar ao Corinthians. Mas, no que depender do desejo da diretoria e da comissão técnica, a história do jogador com a camisa alvinegra já acabou.
Marquinhos Gabriel passa por cirurgia de hérnia e fica um mês fora do Timão

A avaliação é de que o atacante, aos 38 anos, já não tem o mesmo vigor físico e está em declínio técnico. Ele deixou o Timão em meados de 2015, no momento em que tinha dificuldades para se manter como titular da equipe que, meses depois, conquistou o título brasileiro.

De acordo com pessoas próximas aos dirigentes, Emerson sondou alguns integrantes da comissão técnica recentemente para saber sobre a possibilidade de regressar ao Timão. A ideia, porém, não foi bem aceita. O clube, hoje, tenta dar espaço para mais jogadores das categorias de base e não tem dinheiro para grandes investimentos.

– Eu gostaria muito de encerrar a minha carreira no Corinthians. É o time que eu sinto mais amor – disse Sheik em entrevista ao canal Fox Sports.

Leia Mais
- Corinthians anuncia a contratação de dois reforços para a equipe sub-20
- Kazim tem nova chance no Timão e espera marcar: 'Futebol não é golfe'
- Flamengo passa o Corinthians e vira líder em seguidores no Facebook
- Primeira força? No ano, Corinthians perdeu menos que rivais no Brasileiro
- Leia mais notícias sobre Corinthians em www.futnet.com.br/corinthians

O Corinthians não esconde que tem o desejo de contratar um atacante de velocidade para reforçar o elenco ainda neste primeiro semestre. Ninguém conseguiu se firmar na posição até o momento, e a diretoria procura no mercado novas opções.

O Timão, recentemente, enfrentou uma guerra interna pela contratação de outro veterano. Enquanto o departamento de marketing e o presidente Roberto de Andrade eram favoráveis, o futebol não concordava com a vinda do marfinense Didier Drogba, de 39 anos. O jogador não aceitou o convite, e as negociações foram encerradas.

Herói do título da Libertadores de 2012, com dois gols na final contra o Boca Juniors, Emerson Sheik se transformou em um dos grandes ídolos recentes da história corintiana. Ele disputou 157 partidas pelo clube e marcou 26 gols.

Fonte: GloboEsporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Corinthians