Publicada em 11/03/2017, às 09:39

Gripe pode forçar Ceni a escalar sexta dupla de zaga diferente no São Paulo

Breno não participou do último treino e aumentou as chances de Douglas ou Lugano serem titulares ao lado de Rodrigo Caio no clássico diante do Palmeiras

Douglas ainda não começou jogo com Rodrigo Caio neste ano (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

A gripe de Breno abriu a possibilidade de Rogério Ceni escalar uma zaga inédita no São Paulo no clássico deste sábado contra o Palmeiras, às 16h (de Brasília), no estádio do rival. Rodrigo Caio será titular. Isso é tão certo quanto a realização da partida. A dúvida é: ao lado de quem?

Normalmente, o técnico escala a equipe que treina na véspera. Isso reduz as chances de Breno, que, em razão de seu estado clínico, não participou da atividade de sexta-feira – fechada aos jornalistas. Ele está relacionado, mas, se não jogar, será substituído por Lugano ou Douglas.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



Qualquer um deles formaria uma zaga inédita em 2017 ao lado de Rodrigo Caio.

Maior preocupação de um time envolvente, de ataque letal, a defesa do São Paulo já teve cinco duplas de zagueiros diferentes. E vale destacar aqui que não há intenção de atribuir apenas a eles os gols sofridos – 17 em 10 jogos –, mas é inegável que o desempenho defensivo depende bastante do desempenho desses atletas.

Rogério Ceni percebeu isso rapidamente. Na única derrota do ano, 4 a 2 para o Audax na estreia do Paulistão, o técnico escalou Maicon e Douglas, com Rodrigo Caio de volante. O time sofreu três gols em 63 minutos, até João Schmidt entrar no lugar de Douglas e formar a dupla que atuaria nas próximas rodadas: Maicon e Rodrigo Caio.



No sábado de Carnaval, Ceni decidiu poupar titulares e montou a zaga com Lugano e Breno. O uruguaio teve bom desempenho, mas o companheiro, de volta após mais de um ano, sentiu falta de ritmo de jogo: cometeu um pênalti e perdeu o tempo de bola no gol de empate.

Dias depois, Breno voltou a atuar, mas em substituição a Maicon, que saiu machucado logo no início da vitória por 4 a 2 sobre o PSTC-PR. Contra o Santo André, jogaram Lugano e Douglas, elogiados por Rogério Ceni depois do triunfo por 4 a 1.

Se Douglas for titular, o São Paulo ficará mais forte no jogo aéreo, embora ele não seja tão rápido quanto Breno. A velocidade também é uma questão para Lugano, que disse esta semana estar em ótimas condições técnicas e físicas, e também carrega um tabu: nunca perdeu para o Palmeiras, incluindo atuações de sua primeira passagem pelo Tricolor, entre 2003 e 2006.

Duplas de zaga do São Paulo em 2017:

Maicon e Douglas: Audax 4x2 São Paulo (63 minutos)
Maicon e Rodrigo Caio: Audax 4x2 São Paulo (27 minutos), São Paulo 5x2 Ponte Preta, Santos 1x3 São Paulo, São Paulo 2x2 Mirassol, São Paulo 3x2 São Bento, PSTC-PR 2x4 São Paulo (7 minutos)
Breno e Rodrigo Caio: PSTC-PR 2x4 São Paulo (83 minutos), São Paulo 3x1 ABC-RN
Lugano e Breno: Novorizontino 2x2 São Paulo
Lugano e Douglas: São Paulo 4x1 Santo André

Veja as informações do Choque-Rei:

Local: arena do Palmeiras, em São Paulo
Data e horário: sábado, 16h (de Brasília)

Palmeiras provável: Fernando Prass; Fabiano, Mina, Vitor Hugo e Egídio; Thiago Santos e Tchê Tchê; Michel Bastos, Guerra e Willian; Borja (Róger Guedes)
Desfalques: Felipe Melo (suspenso), Zé Roberto, Edu Dracena (poupados), Thiago Martins e Moisés (machucados)
Pendurado: Keno

São Paulo provável: Denis; Buffarini (Bruno), Douglas (Breno), Rodrigo Caio e Junior Tavares; João Schmidt, Thiago Mendes e Cícero; Cueva, Luiz Araújo e Pratto
Desfalques: Wesley, Maicon e Sidão (machucados)

Pendurados: Rodrigo Caio, Lugano, Buffarini e Cueva
Arbitragem: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza, auxiliado por Bruno Salgado Rizo e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa
Transmissão: Premiere e PFCI (com Milton Leite e Mauricio Noriega); Rádio Globo/CBN
Tempo Real: GloboEsporte.com, a partir de 14h

Fonte: GloboEsporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte