Publicada em 10/03/2017, às 09:34

Análise: eficiente e letal, meio-campo do Corinthians se destaca em Cuiabá

Fábio Carille aposta no esquema 4-2-3-1, com ótimo rendimento de Maycon, Gabriel, Jadson e Rodriguinho no primeiro tempo. Time vai bem atrás e evolui na frente

Corinthians no 4-2-3-1 diante do Luverdense, uma variação do tradicional 4-1-4-1 (Foto: GloboEsporte.com)

O Corinthians deixou para trás a imagem ruim criada no empate sem gols contra o Brusque-SC, há uma semana. Mostrou força ao vencer com autoridade o Luverdense, nesta quinta-feira, na primeira partida da terceira fase da Copa do Brasil, na Arena Pantanal, em Cuiabá. Construiu os 2 a 0 ainda no primeiro tempo, com destaque especial aos jogadores do meio-campo: Maycon, Gabriel, Jadson e Rodriguinho.

Muito superior, o Timão se aproximou das grandes atuações que fez contra Palmeiras e Santos no Paulistão, por exemplo, e encheu os torcedores de ânimo para o torneio nacional. A decisão da vaga para a quarta fase será na quinta-feira, às 19h30 (horário de Brasília), na Arena Corinthians.

O esquema 4-1-4-1 variava para o 4-2-3-1, com Maycon em linha com Gabriel, ambos iniciando as construções de jogada e chegando ao ataque para apoiar.

Assim, Maycon deu o primeiro chute do jogo e, depois, participou do gol de Gabriel, o segundo da partida, ajeitando de peito para um belo chute do camisa 5, que fez seu primeiro pelo Timão.

Leia Mais
- Corinthians anuncia a contratação de dois reforços para a equipe sub-20
- Kazim tem nova chance no Timão e espera marcar: 'Futebol não é golfe'
- Flamengo passa o Corinthians e vira líder em seguidores no Facebook
- Primeira força? No ano, Corinthians perdeu menos que rivais no Brasileiro
- Leia mais notícias sobre Corinthians em www.futnet.com.br/corinthians

Contribuiu para o ótimo primeiro tempo do Timão a marcação frouxa do time mato-grossense, que parecia deslocado em Cuiabá. O jogo em Lucas do Rio Verde, em campo mais acanhado, certamente teria deixado o time da casa com pegada diferente. Beneficiando-se disso, o Timão sobrou. O primeiro gol saiu de uma jogada trabalhada, com triangulações e viradas, que acabou em cruzamento de Guilherme Arana e gol de Rodriguinho. Gabriel, pouco depois, fez o segundo.

Inspirado, Rodriguinho funcionou muito bem na transição ofensiva, buscando a bola na defesa e distribuindo aos companheiros. Em alguns momentos, ele e Jadson inverteram de posição, algo que pode ser benéfico na temporada. A presença de Jadson, aliás, possibilitou boas chegadas de Fagner, que foi bem no apoio. Pela esquerda, Romero foi exemplo de doação.

Com 2 a 0 no placar, o Timão tirou o pé ainda no primeiro tempo, sofrendo sufoco. Cássio, em boa fase, foi bem quando exigido. O segundo tempo foi parecido, com o Luverdense tentando alguma coisa, mas parando na defesa alvinegra, vazada apenas cinco vezes em 13 jogos no ano. Sólido, o time saiu sem ser vazado pela décima vez. O ano começa esperançoso.

Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Corinthians