Publicada em 10/03/2017, às 09:37

A lista de Jair (parte II): sem reforços, Bota prepara nomes e cogita Jefferson

Técnico fecha nesta sexta últimos cinco inscritos na fase de grupos da Libertadores, e goleiro pode ser a "surpresa". Sem renovar, Sassá e Emerson estão praticamente fora

Jair Ventura vai fechar o quinteto adicional de sua lista nesta sexta (Foto: Satiro Sodré / SSPress / Botafogo)

A sexta-feira vai ser um novo dia D para Jair Ventura e o Botafogo em relação à Libertadores. O clube tem até domingo para enviar a relação dos cinco jogadores a mais que se juntarão aos 25 já inscritos e completarão 30 para a fase de grupos da competição. Porém, como o envio para a Conmebol é feito via CBF, diretoria e comissão técnica decidiram antecipar e fechar os nomes do quinteto antes do final de semana. E o que parecia uma dor de cabeça boa para o treinador acabou criando um cenário lógico com o impasse nas renovações de Sassá e Emerson Santos, além da ausência de reforços. O GloboEsporte.com lista os favoritos às vagas:

Canales: o centroavante chileno é dado como nome certo na lista. Apesar de ainda não ter jogado em 2017 e de sequer ter sido inscrito no Carioca, o gringo mostrou dedicação nos treinos, reduziu seu percentual de gordura de 20 para 13 e está fininho. Além disso, recebeu a promessa de novas oportunidades ao decidir continuar no clube após um 2016 apagado.

Luis Ricardo: o lateral-direito também é outro garantido na relação. Em fase final de tratamento após cirurgia no tornozelo esquerdo e livre da tendinite que o atormentou durante a recuperação, o ala deve voltar a treinar normalmente ao longo desse mês e está sendo preparado para voltar ao time entre a segunda e terceira rodada da fase de grupos.

Leia Mais
- O novo e o velho: Jair, Abel e o duelo dos expoentes das últimas gerações
- Blindagem, fama na base e passos de Jefferson: quem é Saulo, o estreante?
- Botafogo apresenta balanço de 2016: dívida diminui, mas clube tem déficit
- Jair confirma a estreia de Saulo no Botafogo: 'Cresceu nos treinos'
- Leia mais notícias sobre Botafogo em www.futnet.com.br/botafogo

Fernandes: o meia de 22 anos começou o ano da mesma forma como terminou 2016, preterido por Jair. Mas soube aproveitar as chances no time reserva, tendo se tornado herói da vitória sobre o Boavista na última rodada da Taça Guanabara, com dois gols. Além disso, pesa a seu favor a versatilidade que todo treinador gosta, podendo fazer outras funções no meio de campo.

Renan Fonseca: o zagueiro, que completou recentemente 100 jogos com a camisa alvinegra, mas vem encontrando muita resistência por boa parte da torcida, começou a temporada como titular e pode ganhar nova chance principalmente com a ausência de Emerson Santos. Ele é querido no grupo e o elo com a diretoria. Yuri e Renan Gorne correm por fora à quarta vaga.

A quinta e última vaga é o maior mistério. Jair Ventura avisou que poderia ter surpresa na lista, mas o Botafogo, que buscava mais um centroavante no mercado diante do impasse de Sassá, não conseguiu contratar mais ninguém com o curto prazo – o regulamento da Libertadores impede um clube de deixar alguma vaga aberta para poder preencher posteriormente. O GloboEsporte.com apurou que internamente estão cogitando inscrever Jefferson de uma vez.

O goleiro, que se recupera de uma segunda cirurgia no tríceps do braço esquerdo e não joga há um ano, tem prevista sua volta para maio, justamente o mês em que termina a fase de grupos – o último jogo do Botafogo nesta etapa será no dia 25/05, contra o Estudiantes na Argentina. O clube poderá ainda substituir três jogadores da relação a partir das oitavas de final, sem contar que o regulamente permite a qualquer momento a troca de um goleiro machucado, que não poderá ser reinscrito. Mas a possibilidade de já reaproximar o ídolo agrada a alguns dirigentes.

Em enquete no GloboEsporte.com durante a semana, torcedores votaram nos cinco que gostariam que fossem inscritos na Libertadores. No resultado final, Sassá e Emerson Santos estavam no Top 5, mas dificilmente participarão do torneio. O atacante ainda não respondeu à proposta de renovação feita pelo clube, mas dirigentes haviam corado uma posição até a última terça-feira, o que não aconteceu. Já o zagueiro, encostado desde fevereiro, recusou as ofertas da diretoria, e seu empresário avisou que só retomará as negociações se ele voltar a jogar. Só uma improvável reviravolta mudará o destino de ambos em relação ao torneio continental.

Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Botafogo