Publicada em 09/03/2017, às 16:16

Paysandu admite interesse em joia do Corinthians, que nega proposta

Marquinhos, de 19 anos, atacante paraense destaque do Timão na Copinha com quatro gols, é um dos nomes ventilados no Papão para a sequência da temporada

Marquinhos (ao centro) estaria na mira do Paysandu para a sequência da temporada (Foto: Agência Estado)

O Paysandu garante que tentou o empréstimo de Marquinhos, uma das joias das categorias de base do Corinthians, que foi destaque no título da Copa São Paulo deste ano com quatro gols marcados e jogos com atuações decisivas. O atacante, que é paraense de Santa Izabel, tem apenas 19 anos e começou a carreira no Castanhal.

– Nós tentamos o empréstimo do Marquinhos, do Corinthians, em fevereiro. E essa semana, o empresário dele esteve diretamente na sede do clube em São Paulo para tentar viabilizar isso, mas o Corinthians não libera o jogador – explicou Vitor Sampaio, diretor de futebol do Papão, em entrevista ao GloboEsporte.com.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



Procurado pela reportagem, o departamento de formação de atletas do Corinthians deu outra versão e adiantou não ter recebido nenhuma proposta oficial do Paysandu pelo jogador. O Timão afirma ainda que Marquinhos é peça importante no elenco atual do técnico Dyego Coelho, comandante da equipe Sub-20.

– Não houve nenhuma proposta oficial do Paysandu pelo Marquinhos. O atleta é peça importante no elenco do técnico Dyego Coelho, do Sub-20, para a continuação da temporada 2017 – conclui a resposta do Corinthians.

Em recente entrevista ao GloboEsporte.com, Marquinhos revelou que sonha em atuar em um dos grandes clubes do Pará, além, claro, de chegar ao futebol europeu e na Seleção Brasileira. Ele chegou a cogitar o empréstimo para a dupla Remo e Paysandu nesta temporada.



– Pensando no agora, minha vontade era o profissional do Corinthians. Caso eu seja emprestado, quem sabe Remo ou Paysandu? Não tem nada de contato com nenhum dos dois, mas seria um sonho, também, jogar em um deles. Atuaria por uma dessas duas torcidas apaixonadas e ainda ficaria ao lado da família – disse o atacante.

Fonte: GloboEsporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte