Publicada em 08/03/2017, às 13:19

Jair lamenta ausência do Botafogo na final da TG e sonha com título carioca

Comandante reafirma que time deve entrar com força máxima no duelo desta quinta-feira, contra o Volta Redonda. Ele citou o Fla-Flu de domingo e projeta chegar na final do Estadual

Comandante alvinegro projetou a estreia alvinegra na Taça Rio (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Os três primeiros meses da temporada alvinegra estão sendo marcados pela participação na Copa Libertadores. Até por isso, o Glorioso acabou jogando com um time alternativo durante a maior parte da Taça Guanabara, ficando de fora das finais. Mas isso fica no passado. Com uma maior brecha no calendário neste mês de março, o foco passa a ser um fazer uma grande Taça Rio, na qual o time estreia nesta quinta, contra o Volta Redonda. E Jair quer ainda mais.

- Não deixamos de lado o Carioca. Nós fomos o único grande que não chegou na semifinais, mas fomos os únicos que tínhamos a Pré-Libertadores. Agora tivemos uma folga de calendário para ter a força máxima e chegar nas finais. É chato ter que assistir da televisão um clássico como foi um Fla-Flu. Queremos estar neles e vamos lutar pelo título carioca. Já ganhei como auxiliar (2013), já fui interino em parte de um título (2010) e queremos agora ser campeão.

Depois de duas semanas sem jogos, o Alvinegro volta a entrar em campo pela competição estadual. E, em meio aos treinos - alguns abertos para a imprensa, outros não - o técnico alvinegro destacou o tempo que teve para testar novas situações de jogo para o Botafogo na sequência desta temporada atual.

Leia Mais
- São Paulo retoma liderança na média de público; Flamengo sobe no ranking
- Agora com visto, Joel lembra barração na Libertadores 2015: "Sofri com isso"
- Jair se defende de relato em súmula: "Não direcionei o palavrão a ninguém"
- Joel volta a treinar e lembra episódio na Argentina em relação ao seu visto
- Leia mais notícias sobre Botafogo em www.futnet.com.br/botafogo

- Foi nossa segunda pré-temporada. O time não estava pronto, mas não era desculpa. E ele ainda não está. Nós temos três titulares do ano passado apenas como titular. Isso requer tempo, conceito. E esse tempo é bom, incrementamos a forma física. Vamos entrar para ganhar o jogo, mas planejamos nosso ápice físico para o dia 14, na Libertadores. Pude trabalhar algumas questões táticas - disse o comandante, que ainda falou sobre a situação de Montillo no jogo:

- De repente, não joga os 90. Mas vamos ver como ele e como a partida (contra o Voltaço) irá se comportar. Estudamos não jogar com ele durante todo o jogo, mas vamos ver o que será melhor - completa Jair Ventura na entrevista coletiva.

Fonte: LanceNet
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Botafogo