Publicada em 08/03/2017, às 23:48

Fla engrena no 2º tempo e goleia San Lorenzo na estreia da Libertadores

Diego honra camisa 10, marca de falta, dá passe para Trauco e participa de gol de Romulo. Gabriel faz golaço e fecha placar: 4 a 0, para festa da torcida no Maracanã

Diego comemora gol na estreia do Flamengo na Libertadores (Foto: AFP)

O Flamengo preparou o palco. A torcida encheu as arquibancadas no reencontro com o Maracanã, com direito a mosaico. E em campo, o time correspondeu à festa ao vencer o San Lorenzo por 4 a 0 na estreia da Libertadores 2017. Os gols saíram todos no 2º tempo. Honrando a camisa 10 de Zico, Diego abriu o placar em bela cobrança de falta aos 3 minutos. Aos 16, deu passe para Trauco aumentar, em chute de fora da área. Romulo ampliou de cabeça aos 25. Os Rubro-Negros não tiveram tempo para lamentar o pênalti perdido por Guerrero aos 40 porque três minutos depois, Gabriel deu números finais ao placar com um golaço no ângulo.

Com a vitória, o Flamengo assumiu a liderança isolada do Grupo 4 da Libertadores com 3 pontos. Atlético-PR e Universidad Católica estão empatados na segunda colocação com 1 ponto, e o San Lorenzo aparece em último, zerado. O Rubro-Negro volta a jogar pela competição internacional na próxima quarta-feira (15/03) contra o Universidad Católica, no Chile.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



O jogo

Foi um primeiro tempo truncado, com poucas chances de gol. A primeira foi do Flamengo, aos 13. Willian Arão deixou Everton na cara do gol. O atacante teve calma para tirar do goleiro, mas caprichou tanto que acertou a trave. O San Lorenzo respondeu em seguida. Em jogada ensaiada em cobrança de escanteio, Montoya cabeceou com perigo para fora. Aos 30, Mancuello, que batera a cabeça minutos antes, deixou o campo para a entrada de Berrío. O colombiano deu mais velocidade ao ataque do Fla com avanços pela direita. Aos 43, Guerrero teve outra oportunidade, mas chutou mascado.

Logo no início do 2º tempo, o Fla partiu para o abafa e Everton foi puxado pouco antes da linha da grande área. Na cobrança da falta, Diego colocou por cima da barreira com categoria e o goleiro, mal-posicionado, não alcançou a bola. Era o primeiro gol Rubro-Negro na Libertadores 2017. O gol deu confiança para o time carioca. Aos 16, Diego tocou para Trauco que girou com liberdade na frente da área e acertou forte chute, sem chances para o goleiro Torrico. Aos 25, Diego cobrou escanteio, Berrío desviou e Romulo completou de cabeça para as redes. O San Lorenzo só ameaçou aos 34, com Coloccini de cabeça. Aos 40, Gabriel invadiu a área e foi derrubado. Guerrero, porém, bateu fraco o pênalti, e Torrico segurou. Ainda houve tempo para Gabriel marcar um lindo gol, em chute colocado no ângulo.





Camisa 10

A camisa 10 caiu bem em Diego. Após um 1º tempo discreto, o meia, que disputa as demais competições com a 35, honrou o maior jogador da história do Flamengo e fez a diferença na noite desta quarta-feira. Sob olhares de Zico, Diego marcou de falta com categoria para abrir o placar, deu passe para Trauco marcar o segundo e ainda cobrou o escanteio que resultou no terceiro gol, de Romulo.

Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Flamengo