Publicada em 08/03/2017, às 11:27

Em negociações, São Paulo revê projeção com patrocínios para 2017

Valor pode ser inferior ou superior aos R$ 35 milhões previstos pelo presidente Leco na parceria com a Prevent Senior, encerrada antes do fim do contrato

Leco vinha projetando R$ 35 milhões em patrocínios durante o ano de 2017 (Foto: Marcos Riboli)

A projeção feita pelo presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, com valores arrecadados com patrocínios em 2017 pode não se confirmar. O dirigente, em campanha para eleição em abril (disputará com José Eduardo Mesquita Pimenta), vinha falando em R$ 35 milhões, valor que seria alcançado se a parceria com a Prevent Senior durasse até o fim do ano, o que não vai ocorrer.

O jornal Folha de S. Paulo publica, nesta quarta-feira, que o contrato com a Prevent Senior renderia cerca de R$ 22 milhões ao São Paulo. Mas como a parceria foi encerrada, o Tricolor recebeu somente R$ 9,2 milhões. A soma de todas as outras parcerias renderia ao clube, portanto, cerca de R$ 13 milhões.

Baixe o App oficial do FutNet no Google Play Store ou na Apple App Store



A assessoria de imprensa do São Paulo informa que, com tudo o que o São Paulo assinou em 2016, a projeção era, sim, de R$ 35 milhões em 2017. Esse valor não saiu da meta com a saída da Prevent Senior. Há negociações em andamento para que o São Paulo tenha outro patrocinador e mantenha ou até supere essa projeção que vinha sendo divulgada por Leco. Se não houver outro contrato, porém, evidentemente o clube fecharia o ano com um valor menor do que o esperado.

O departamento de marketing pretende fechar esse novo acordo nas próximas semanas. No momento, a única propriedade da camisa aberta é a principal, o peito. A Under Armour, fornecedora de material esportivo, espera essa definição para começar a fabricar a versão 2017 dos uniformes do São Paulo, que poderão ser usados a partir do mês de maio.

Fonte: GloboEsporte
Clique para ver a matéria no site fonte





Mais sobre - São Paulo