Publicada em 08/03/2017, às 23:51

Cruzeiro resolve no 2º tempo, bate o Murici e encaminha a classificação

Raposa vence por 2 a 0 no interior de Alagoas e pode até perder na segunda partida. Jogo de volta está marcado para a próxima quarta-feira, às 21h45, no Mineirão

De cabeça, Manoel abre o placar em Murici (Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas

O Cruzeiro abriu ótima vantagem no mata-mata com o Murici, pela Copa do Brasil. Teve dificuldades no Estádio José Gomes da Costa, até pela péssima qualidade do gramado, mas começou a construir o placar numa jogada de bola parada. Especialista em faltas, o meia Thiago Neves achou a cabeça do zagueiro Manoel no segundo tempo. Depois, o atacante Ábila entrou, marcou mais um e definiu a partida em 2 a 0.

As equipes voltam a jogar pela competição nacional na próxima quarta, às 21h45, no Mineirão, em Belo Horizonte. Com a vitória em Murici, a Raposa tem a vantagem de perder até por um gol de diferença.

Equilíbrio na 1ª etapa

O Murici começou o jogo animado, arriscando jogadas ofensivas. Aos poucos, o Cruzeiro foi se acertando e teve ótima oportunidade aos seis minutos. Thiago Neves foi lançado livre, mas furou a bola na hora da finalização. O gramado ruim atrapalhou. Aos 12, Thiago recebeu na área e bateu por baixo, queimando a grama, e o goleiro Dias fez ótima defesa.

Leia Mais
- Fábio critica "haters" e fala sobre sondagem de rival: "Se fosse por dinheiro, já tinha saído"
- No Instagram, Fábio pede 'menos ódio' aos críticos
- Em jogo de reviravoltas, Cruzeiro busca empate no Mineirão e impede Grêmio de ser líder
- Fifa intima Cruzeiro a pagar dívida por Ábila, mas time promete recurso
- Leia mais notícias sobre Cruzeiro em www.futnet.com.br/cruzeiro

Aos 28, o Murici assustou. Kattê acionou Deysinho, que recebeu livre na área e bateu no canto: Rafael espalmou para escanteio e salvou a Raposa. O Cruzeiro também chegou com perigo aos 35, com Sóbis, que tirou do goleiro, mas deixou a bola correr demais.

Raposa marca duas vezes

O segundo tempo começou morno. Sem muita intensidade, o Cruzeiro criou uma chance no início, com Sóbis, mas aceitou a marcação do adversário e teve dificuldades para finalizar. Aos 20, Thiago Neves bateu falta com veneno e colocou o goleiro do Murici para trabalhar. Foi o sinal.

Aos 26, o Cruzeiro abriu o placar. Thiago cobrou falta pela direita, na cabeça de Manoel, que não precisou nem saltar para tirar do goleiro Dias. Quinto gol do defensor com a camisa da Raposa. O time mineiro acelerou um pouco e resolveu a parada aos 43. O atacante Ábila, que havia entrado na etapa final, recebeu belo passe de Rafinha e não perdoou o goleiro do Murici. Vitória por 2 a 0 e classificação para a quarta fase bem encaminhada.

Fonte: Globoesporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Cruzeiro