Publicada em 07/03/2017, às 15:22

Semana especial: Elber recebe placa por 100 jogos e vai jogar em casa

Meia relevado nas categorias de base do Cruzeiro nasceu em Alagoas, onde time joga nesta quarta-feira pela Copa do Brasil

Elber recebeu do vice-presidente do Cruzeiro placa pelos 100 jogos pelo Cruzeiro (Foto: Marco Antônio Astoni)

Revelado nas categorias de base do Cruzeiro, Elber completou, no dia 9 de fevereiro, 100 jogos com a camisa azul, quando foi titular na vitória por 2 a 0 sobre a Chapecoense. No clube desde 2007, o meia atuou a primeira vez como profissional em 2011. De lá para cá, foi emprestado para Coritiba, Sport e voltou ao Cruzeiro. Na tarde desta terça-feira, na Toca da Raposa II, o vice-presidente de futebol do clube, Bruno Vicintin, entregou a Elber uma placa comemorativa aos 100 jogos pelo clube.

- Com muita alegria, venho aqui entregar uma placa a um jogador que atinge uma marca importante no clube. Fico feliz que seja o Elber, terceiro atleta da nossa base a completar a marca de 100 jogos. O Cruzeiro observa de 20 a 22 mil meninos por ano, e dois mil fazem testes. É uma alegria muito grande. O Elber é um jogador que tem toda minha admiração. Tive o prazer de trazê-lo de volta ao Cruzeiro.

Elber agradeceu a homenagem e disse que espera muito mais com a camisa do Cruzeiro.

Leia Mais
- Vice-artilheiro no ano, Ábila quer ajudar Raposa a melhorar finalização
- Invencibilidade 15 jogos não ilude Mano na primeira fase do Mineiro
- Mano minimiza baixo rendimento do ataque e contusões no Cruzeiro
- Com Ramón Ábila no ataque, Cruzeiro está pronto para encarar o Uberlândia
- Leia mais notícias sobre Cruzeiro em www.futnet.com.br/cruzeiro

- Estou muito feliz. Tenho que agradecer ao Cruzeiro, que desde sempre acredita no meu futebol, agradeço as pessoas que acreditam em mim. Espero fazer muito mais daqui para frente e conseguir mais títulos para essa torcida maravilhosa.

Em casa

Elber é alagoano de Passo do Camaragibe. Nesta quarta-feira, o Cruzeiro joga com o Murici-AL, pela Copa do Brasil, e o meia vai se sentir em casa. Ele espera um jogo complicado diante de seus conterrâneos.

- Conheço sim, tenho amigos que jogam no Murici. Respeitamos muito a cidade, o estado de Alagoas e o time deles. Independentemente do campo que vamos jogar sempre vamos buscar o melhor e buscar vantagem para o segundo.

Fonte: GloboEsporte.com
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Cruzeiro