Publicada em 07/03/2017, às 09:24

Com Zamora mapeado, Grêmio inicia nesta terça viagem de 7 mil quilômetros até a Venezuela

Delegação será composta por 49 pessoas. Jogo será na quinta-feira

Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

Com uma delegação composta por 49 pessoas, entre jogadores, comissão técnica, dirigentes e equipe de apoio, o Grêmio embarca às 12h desta terça-feira rumo a Barinas, na Venezuela, local de sua estreia na Libertadores, quinta-feira, contra o Zamora.

O desgaste dos sete mil quilômetros da viagem será amenizado pelo voo fretado, que terá uma escala para reabastecimento com duração de 50 minutos em Manaus. A chegada será pouco antes das 21h.

O custo da viagem não é revelado. Ele é bem mais caro do que um voo comercial, mas, como compensação, reduz o trajeto de forma significativa.

Em condições normais, a delegação precisaria desembarcar em Caracas, a capital venezuelana, de onde não partem voos diários até Barinas, que fica a 550 quilômetros de distância.

Leia Mais
- Grêmio pode ter volta de Barrios contra o Coritiba
- Renato admite propostas do exterior e não garante permanência de Luan
- Em jogo de reviravoltas, Cruzeiro busca empate no Mineirão e impede Grêmio de ser líder
- Viu isso? 'Dispensado' no Chelsea, Diego Costa afirma que pode jogar em equipe brasileira
- Leia mais notícias sobre Grêmio em www.futnet.com.br/gremio

- Possivelmente, teríamos que fazer uma viagem terrestre até outra cidade, de onde embarcaríamos para Barinas - explica o supervisor de futebol Marcelo Rudolph.

Uma temperatura elevada, que beira os 35° C nesta época do ano, aguarda o Grêmio em Barinas, reduto político da família Chávez, localizada no centro-norte da Venezuela e com população estimada de 350 mil habitantes.

Para compensar a falta de informações sobre a cidade, Rudolph recorreu a funcionários do Fluminense, que enfrentou o Zamora na Libertadores de 2012, e do Atlético-MG, que visitou a cidade na edição de 2014 do torneio.

O último treino mais forte terá início às 8h15min desta terça, tendo a primeira parte com portões fechados.

Às 10h, a delegação já seguirá para o aeroporto. O único treinamento em Barinas, para reconhecimento do gramado do Estádio Augustín Tovar, com capacidade para 30 mil torcedores, conhecido como La Carolina, por se localizar em um bairro com esse nome, ocorrerá amanhã pela tarde.

O adversário, segundo colocado no campeonato venezuelano, foi mapeado através de vídeos.

- Temos todas as informações, baseadas em jogos vistos pela comissão técnica - informa o diretor de futebol Saul Berdichevski.

Fonte: Zero Hora
Clique para ver a matéria no site fonte

Mais sobre - Grêmio